Boa tarde!
19/11
 

Artigos

Voltar
Quinta-feira, 07 de julho de 2005 - 11h56m

Agricultura > Horticultura e Olerícolas

Aspectos econômicos da pimenta no município de Turuçu, no RS



Por Anelise Neumann Wendt***, João Carlos Medeiros Madail*, Lauro Francisco Schneide** e Luiz Fernando Sima***


A pimenta é conhecida na gastronomia pelo realce no sabor dos alimentos e tem expandido sua utilização em sobremesas, como geléias, doces, bolos, sucos e outras tantas opções. Desta forma, a sua importância econômica tem se acentuado e despertado o interesse de produtores e consumidores de todo o país, especialmente da região Sul, onde concentra um grupo significativo de produtores.

No município de Turuçu/RS, conhecido como a “a capital nacional da pimenta” a história do cultivo remonta há mais de um século, visto que produtores com mais de 60 anos afirmam que a exploração comercial na região já era realizado pelos seus país.
Ao longo dos últimos dez anos a oferta de pimenta produzida no município chegou a atingir em torno de 1,3 mil toneladas, advinda de 150 famílias que tinham na pimenta a principal fonte de renda. Mesmo contando hoje com apenas 50 produtores, a oferta não caiu na mesma proporção do número de produtores e está ao redor de 10,5 toneladas, direcionadas, principalmente para o mercado paulista e mineiro.


Ao considerar-se o aumento da população consumidora, neste período, seria natural que o município mantivesse a sua fatia de mercado com aumentos progressivos da produção, o que não vem ocorrendo. Contribui para isto uma série de fatores. Mesmo com a estabilização da produtividade, a qualidade final do produto exigida pelo mercado não foi atendida e este é um fator que precisa ser resolvido.

Mesmo assim, esta atividade para os produtores que continuam produzindo para o mercado tem representado uma boa fonte de renda. Estudo realizado pela Embrapa, em parceria com a Emater de Turuçu, aponta um retorno próximo de R$ 5 mil por hectare explorado. Ao considerar-se o baixo investimento em insumos e serviços, muitos dos quais presentes na propriedade, como adubos orgânicos e mão-de-obra familiar, a pimenta se apresenta como uma boa alternativa econômica para a manutenção do homem no campo com renda assegurada.

Entretanto o fortalecimento desta atividade no município passa por iniciativas de ordem técnica e econômica. No aspecto técnico é necessário que se teste novas cultivares, com boa aceitação nos grandes centros consumidores e que sejam resistentes à principal doença que ataca a cultura, a antracnose. O processo de secagem e trituração precisa obedecer as exigências dos comerciantes e consumidores no aspecto pureza e qualidade.

No aspecto econômico, apesar do preço pago ao produtor oscilar ao redor de 4 reais por kg produzido, considerado bom para os produtores que dispendem R$ 1,50 para produzí-la, é possível alcançar preços superiores com a melhoria da qualidade.
Na questão comercialização, os produtores dependem de apenas dois compradores que historicamente intermediam a produção para os mercados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás e estabelecem o preço a ser pago aos produtores em função desses mercados.

A passagem dos agricultores da condição de tomadores para formadores de preços passa pelo fortalecimento do associativismo representado pela Associação dos Produtores de Pimenta de Turuçu, que começa a alcançar resultados positivos, fruto da agregação de valor com o processamento da pimenta na forma de geléias e doces variados, comercializados diretamente pela Associação. A próxima etapa a ser seguida é a comercialização do produto in natura pela Associação, o que por certo fortalecerá a atividade e a condição de vida dos agricultores.


* pesquisador da Embrapa Clima Temperado
** extensionista Rural da Emater de Turuçu
*** estagiários Embrapa Clima Temperado, Bolsistas do CNPq




Fonte: Ana Luiza B. Viegas - Embrapa Clima Temperado
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r