Bom dia!
18/10
 

Artigos

Voltar
Quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 - 22h44m

Agricultura > Fumo

Diversificação, uma marca da Afubra



Imagens

Benício Albano Werner

Foto: Divulgação/Afubra



Por Benício Albano Werner

Incentivar a diversificação faz parte da história da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra). Diversificar significa desenvolver culturas e atividades diversas na propriedade rural, para aumentar a rentabilidade e propiciar melhor qualidade de vida ao agricultor e seus familiares, trazendo também prosperidade à sua comunidade.

Dentro deste contexto no final da década de 50, Harry Antônio Werner – que cinco anos depois, fundaria a Afubra –, notava uma tendência à monocultura junto às regiões fumageiras. Ele via na questão o surgimento de sérios riscos à estabilidade econômica dos fumicultores.

Resguardada a escala de trabalho e as dimensões de 50 anos atrás, a promoção e realização da Expoagro Afubra nada mais é do que a continuidade dos trabalhos da entidade voltados à diversificação de culturas.

Vale ressaltar que, na região do Vale do Rio Pardo, berço do cultivo do fumo na região Sul do Brasil, a diversificação veio junto com a imigração européia. Com a distribuição das glebas de terra, os imigrantes preocuparam-se inicialmente com a subsistência familiar. Eles semeavam, produziam alimentos e, como complemento, criavam animais, que forneciam carnes, ovos e leite. O plantio do fumo surgiu depois, como fonte de renda e de trabalho para toda família.

Logo após a sua fundação, a Afubra criou o departamento de fomento agropecuário. A partir daí começou a incentivar à diversificação, fornecendo produtos agropecuários e disponibilizando profissionais para orientação e acompanhamento técnico. Inicialmente as atividades eram direcionadas para culturas de subsistência, mas logo o cultivo paralelo foi ampliado. Com a venda dos excedentes, o produtor passou a contar com fontes complementares de renda.

Para caracterizar melhor seus trabalhos técnicos a Afubra adquiriu uma propriedade agrícola no município de Rio Pardo/RS, hoje conhecida como Estação Experimental, que acolhe todos os anos a Expoagro Afubra, que acontece o Parque de Exposições Hansi Gralow. Neste local a entidade cultiva lavouras experimentais e desenvolve outras atividades. Periodicamente os agricultores participam de dias de campo, visando repassar, de forma prática, técnicas de plantio e de acesso ao conhecimento sobre culturas diversas. É um espaço onde o produtor tem a oportunidade de aprender novas tecnologias e definir alternativas de acordo com sua preferência e compatível à estrutura física de sua propriedade.

Nos próximos dias 27, 28 e 29 de fevereiro ocorre a oitava edição da Expoagro Afubra. O evento, com entrada franca, sem dúvida é uma oportunidade ímpar para o público constatar o imenso potencial da agricultura familiar e para a Afubra confirmar o seu compromisso histórico com o incentivo à diversificação da agricultura familiar.

Graduado em Ciências Contábeis pela Unisc, com especialização em Gestão de Riscos em Agribusiness pelo Institute For International Research e em Gestão por Processos pela International Business Comunications. É presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) e da International Tobacco Growers Association (ITGA).

E-mail: beniciowerner@gmail.com


Fonte: Benício Albano Werner
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r