Bom dia!
18/10
 

Artigos

Voltar
Terça-feira, 04 de março de 2008 - 18h25m

Política Agrícola > Irrigação

As ações da política de irrigação do RS



Imagens

Rogerio Ortiz Porto, secretário extraordinário da Irrigação e Usos Múltiplos da Água do RS

Foto: Divulgação / Siuma



Por Rogerio Ortiz Porto


Estudos da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) têm enfatizado a importância dos três fatores que determinam historicamente o desenvolvimento econômico das comunidades através do aumento de produtividade física, por hectare, das diferentes culturas: a genética; a tecnologia de produção e a irrigação.

De nada adiantará, atender todos os demais fatores se faltar água de qualidade, na quantidade e nos momentos adequados para as culturas. Foi com essa compreensão que o Governo do Estado do Rio Grande do Sul implantou o Plano Estadual de Irrigação, trabalho para o qual o Estado criou a Secretaria Extraordinária da Irrigação e Usos Múltiplos da Água.

Durante o ano de 2007, mobilizou-se quase todos os municípios do Estado, quando foi desenvolvido um trabalho de conscientização e educação. A partir daí foram capacitados 12.500 produtores rurais que receberam um treinamento básico para que compreendam o que é irrigação, conheçam as principais tecnologias neste setor e possam fazer uma opção consciente de uso.

Em 2008, continua o trabalho de capacitação, que já tem metas estabelecidas também para 2009 e 2010. Aos poucos estes treinamentos que começaram com a EMATER/RS, incluíram o CEFET de São Vicente do Sul e aos poucos vão agregando outros parceiros como a AFUBRA, ANDAV, COTRIJUÍ e outras.

Paralelamente já está tendo início uma grande movimentação para definir e dar início à expansão dos meios de armazenagem (reservação) de águas. Extremamente ousado, o programa inclui a construção de barragens que poderão viabilizar a irrigação de áreas com 40 ou 50 mil hectares como são os casos das Barragens do Jaguari e do Taquarembó, já em fase de licitação para construção.

Vários estudos de outros barrageamentos já foram produzidos e busca-se fontes de recursos para suas construções. Além destes cogita-se na construção de 36 mil microaçudes, visando possibilitar irrigação em praticamente todos os municípios do Estado. Trata-se do Programa Estadual de Construção de Microaçudes em colaboração com vários órgãos ligados ao governo e municípios.

É também da iniciativa da Secretaria Extraordinária da Irrigação e Usos Múltiplos da Água, o Projeto de Estimulo à Produção de Carne e Leite à Pasto Irrigado que poderá auxiliar o Estado a aumentar a produção da pecuária aos níveis em que se estima o crescimento da demanda de curto prazo, especialmente para atender o setor do leite.

Para consolidar a política de expansão no uso da irrigação e apoiar os treinamentos programados na parte prática, já se definiu a implantação de 31 áreas demonstrativas, principalmente junto a escolas agrícolas e unidades da Fepagro espalhadas por todo o território gaúcho.

É também meta da Secretaria da Irrigação regularizar os cerca de 180 mil açudes já construídos no Estado, adequando-os à legislação ambiental atual, bem como a construção e implantação de cisternas para atender necessidades de regiões específicas de ovinocultura, suinocultura, produção de leite ou mesmo para uso na irrigação de áreas de horticultura ou abastecimento humano em pequenas propriedades familiares. 


Graduado em Geologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e Economia pela Universidade do Vale do Sinos (Unisinos),  pós-graduado em Projetos e Planejamento do Desenvolvimento Econômico – Cepal/BNDES; Teoria Econômica  - Universidade do Chile e Mestre em Administração de Empresas (Ufrgs). É secretário extraordinário da Irrigação e dos Usos Múltiplos da Água do Rio Grande do Sul.

E-mail:
rogeriooporto@gmail.com


Fonte: Rogerio Ortiz Porto
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r