Boa noite!
18/12
 

Artigos

Voltar
Quarta-feira, 17 de setembro de 2008 - 14h55m

Agronegócio > Alimentos

Segurança alimentar na Amazônia



Por Amado de Oliveira Filho

Uma grande emissora de televisão lançou nesta semana um site para que a população denuncie desmatamentos e queimadas na Amazônia brasileira. Na mesma ordem entendo que é oportuno que suas afiliadas da Amazônia Legal divulguem em suas programações informações da produção de alimentos nesta importante região brasileira.

Não podemos perder de vista que nesta imensa região que equivale a 61% do território nacional, vivem aproximadamente 25 milhões de pessoas. Esta gente tem as mesmas necessidades daqueles que almoçam nos restaurantes dos grandes centros ou ainda, daqueles que ocupam confortáveis gabinetes em Brasília.

Estamos falando de qualidade de vida! Estamos falando de algo que vários Estados e cidades da Amazônia não possuem. Você sabia que na cidade de Santarém quem faz o serviço de limpeza urbana são aquelas grandes aves negras – os urubus? Infelizmente esta é uma verdade para outras diversas cidades na Amazônia brasileira.

Quanto ao saneamento básico, a situação vai de mal a pior. Exemplo disso é a cidade de Belém com quase 1,5 milhões de habitantes, que joga seu esgoto urbano na Baia do Guajará. Isto não é desmatamento, não é queimada, mas mata a biodiversidade dos recursos hídricos desta importante região Amazônica. O que tem feito o Ministro Minc para resolver este problema?

A segurança alimentar na Amazônia Brasileira está comprometida. É necessário que esta grande emissora que está preocupada com a preservação da Amazônia se preocupe também com a sua população. Excetuando o Estado de Mato Grosso, os demais Estados Amazônidas produziram menos de quatro milhões de toneladas de alimentos na última safra, segundo a CONAB, empresa do Governo Federal.

Isto é sério! Tenho certeza de que se o Governo Federal continuar a praticar a atual política ambiental, brevemente veremos a população da Amazônia brasileira recorrendo fortemente à caça, a pesca e a catação de coquinhos para garantir seu consumo de proteínas animais e vegetais. Sem exageros, hoje a grande maioria dos amazônidas não se alimenta com a mesma qualidade das demais regiões!

Este cenário será agravado, pois na última reunião de governadores da Amazônia com o Presidente Lula a imprensa divulgou uma manifestação do Ministro Minc Baumfeld. O mesmo disse que aceita ajustes na Resolução do Banco Central que bloqueia créditos a produtores rurais, porém, a regra exigida para assumir o cargo no Ministério do Meio Ambiente de “ataque ao agronegócio será mantida”.

Jamais imaginamos um dia ler ou ouvir uma frase agressiva, grotesca e inconseqüente pronunciada por um Ministro da República! Afinal, qual é a verdadeira importância desta atividade para o Governo Federal? Um ministério importante como o do Meio Ambiente, conduzido desta forma é como se o setor produtivo rural estivesse produzindo sobre uma bomba relógio que não se sabe quando detonará.

Não vi até agora nenhuma manifestação de quem quer que seja a respeito das agressões do Ministro Baumfeld aos diversos segmentos do agronegócio. Fico a refletir qual a efetividade das ações de nossa “Bancada Ruralista” mesmo reconhecendo grandes serviços prestados ao setor. Onde estão, neste caso, nossos valorosos representantes na Câmara e no Senado da República? Vejo neste episódio que seu comando por um núcleo duro restrito a poucos parlamentares está equivocado!

No momento em que a União Européia aceita comprar carnes de diversas regiões brasileiras, credenciando todos os municípios do Estado de Mato Grosso, internamente temos um inimigo no Ministério do Meio Ambiente, no entanto, com a lenidade de Lula para com nossas lideranças. Isto tem todos os ingredientes para não terminar bem! Vou rir por último!

Economista, especialista em mercados de commodities agropecuárias e direito ambiental

E-mail: amadoofilho@ig.com.br


Fonte: Famato
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r