Bom dia!
18/10
 

Artigos

Voltar
Quinta-feira, 23 de abril de 2009 - 20h17m

Pesquisa > Genética

A busca por cultivares tolerantes à seca



Por Edson Alves Bastos

A deficiência hídrica é condição comum em várias regiões do país, sendo responsável pela redução da produção, em diversas culturas de interesse econômico. Dessa forma, a seleção de cultivares com potencial para tolerância a seca é de grande importância para regiões sujeitas a veranicos (períodos prolongados sem chuva) ou mesmo em regiões de baixa pluviosidade, como o semi-árido nordestino.

Desde 2005, a Embrapa vem desenvolvendo pesquisas com o objetivo de identificar genótipos de gramíneas (milho, arroz, sorgo e trigo) e leguminosas (feijão comum e feijão-caupi) tolerantes a seca. Inicialmente, esse projeto foi financiado por uma instituição internacional, o Generation Challenge Program e, atualmente, a Embrapa está envidando esforços para obter recursos por meio de editais competitivos e dar continuidade a essa importante e estratégica linha de pesquisa.

Esse projeto tem sido coordenado pela Embrapa Milho e Sorgo, sediada em Sete-Lagoas-MG e conta com a participação de várias Unidades, como a Embrapa Arroz e Feijão, Embrapa Semi-Árido, Embrapa Trigo, Embrapa Cerrados e Embrapa Meio-Norte. Uma grande equipe multidisciplinar está envolvida, com pesquisadores das áreas de solo, irrigação, fisiologia vegetal, melhoramento de plantas, biotecnologia e fitotecnia.

Um outro fator interessante e que também tem sido objeto de estudo é o estresse a altas temperaturas. Nesse contexto, destacam-se as pesquisas realizadas pela Embrapa Meio-Norte, no município de Teresina, pois no segundo semestre, em especial no período de setembro a dezembro, além da baixa precipitação, ocorrem temperaturas muito elevadas, condições extremamente favoráveis para o desenvolvimento de pesquisas visando à identificação de cultivares tolerantes a seca e ao calor.

Após três anos de pesquisas, a Embrapa Meio-Norte já identificou, pelo menos, seis genótipos de milho, nove de sorgo e três de feijão-caupi que apresentam tolerância à seca. Evidentemente, que esses materiais ainda não são cultivares comerciais e devem passar por mais avaliações em campo e em laboratório, sob o olhar atento de melhoristas e biotecnologistas. Em breve espaço de tempo, espera-se que a Embrapa esteja lançando cultivares de gramíneas e leguminosas tolerantes a seca e, quem sabe, a altas temperaturas, contribuindo, dessa forma, com a redução dos impactos decorrentes.


Pesquisador Embrapa Meio-Norte - Teresina/PI

E-mail: edson@cpamn.embrapa.br


Fonte: Embrapa
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r