Bom dia!
14/12
 

Artigos

Voltar
Segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010 - 07h59m

Eventos > Seminário

Balanço da 10ª edição do Seminário Nacional de Milho Safrinha



Imagens

Alessandro Guerra da Silva

Foto: Divulgação



Por Alessandro Guerra da Silva

A 10ª edição do Seminário Nacional de Milho Safrinha foi realizada entre os dias 24 e 26 de novembro de 2009 no Sindicato Rural da cidade de Rio Verde (GO), sendo promovida pela ABMS - Associação Brasileira de Milho e Sorgo e realizada pela FESURV - Universidade de Rio Verde. O evento foi composto ainda pelas comissões técnico-científica, infra-estrutura, comunicação e divulgação e pelo conselho consultivo da ABMS, além da organização da F&B Eventos.

O Seminário Nacional de Milho Safrinha é considerado referência nacional na geração de informações e na divulgação de novas tecnologias para o cultivo do milho safrinha nas diferentes regiões produtoras.

O evento contou com a participação expressiva de produtores, técnicos agrícolas, pesquisadores, professores e estudantes de graduação e pós-graduação oriundos de diversas regiões do país.

No total participaram 501 inscritos, sendo 386 profissionais e 115 estudantes. Devido ao grande interesse pelos temas abordados, 41% dos participantes eram provenientes do Estado de Goiás, local onde o evento foi realizado.

A programação científica foi composta pelos seguintes temas: Palestra: Perspectiva de mercado do milho safrinha; Painel: Sistemas de produção do milho safrinha nos Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná; Painel: Clima: Zoneamento agrícola de risco climatológico no estabelecimento do milho safrinha e Influência dos atributos climáticos na implantação do milho e sorgo em safrinha; Painel: Solos Atributos físicos do solo para implantação do milho safrinha e Manejo do nitrogênio e ciclagem de nutrientes na cultura do milho safrinha; Painel: Armazenamento: Armazenamento do milho safrinha e Certificação de unidades armazenadoras; Painel: Fitossanidade: Controle químico de doenças foliares no milho safrinha e Controle químico de plantas daninhas na cultura do milho safrinha; Palestra: Estratégias de manejo do milho Bt em condições de safrinha.

Destaca-se esta última apresentação, que abordou pela primeira vez o cultivo do milho transgênico na safrinha no Brasil. Esta e as demais apresentações permitiram que ocorressem debates com o público participante do evento, uma vez que se destinou aproximadamente trinta minutos para questionamentos em cada apresentação.

Ressalta-se que foram apresentados também 69 trabalhos científicos em pôsteres, que juntamente com as apresentações orais, foram registrados nos Anais impressos do evento, considerado única referência nacional sobre a cultura do milho safrinha. O número de trabalhos científicos apresentados foi superior em relação a 9ª edição do Seminário, realizada em 2007 na cidade de Dourados (MS).

Como forma de valorizar as apresentações em pôster, a Comissão técnica-científica premiou os seis melhores trabalhos. Além da programação cientifica, houve no evento a exposição de estandes com vários expositores, como as empresas Bayer, Basf, Coodetec, Dupont/Pioneer, Monsanto e Nidera, além de estandes institucionais como o da Associação Brasileira de Milho e Sorgo, da Fesurv-Universidade de Rio Verde, da Embrapa Milho e Sorgo e da Prefeitura de Rio Verde.

Instituições governamentais como o CNPq, Fundação Agrisus, Capes, Faeg-Federação de Agricultura do Estado de Goiás, Sindicato dos Armazéns Gerais de Goiás, Sindicato Rural de Rio Verde, Senar e a Secretaria de Agricultura do Estado de Goiás também apoiaram a realização do 10º Seminário Nacional de Milho Safrinha.

Neste sentido, a logomarca do CNPq foi exposta em vários materiais do evento como nos anais (livro de resumos), cd das palestras e trabalhos em pôsteres, pastas (entregue a todos os participantes), certificados, blocos de anotações e no banner de fundo de palco, destacando a todos participantes o apoio recebido por esta Instituição na realização do 10º Seminário Nacional de Milho Safrinha.

Outras informações relevantes

O X Seminário Nacional de Milho Safrinha possibilitou reunir 501 participantes, composto por produtores, técnicos, agrônomos, pesquisadores, professores e estudantes de graduação e pós-graduação atuantes na cadeia produtiva do milho safrinha.

Além do maior público em relação a edição anterior do Seminário, a participação expressiva desses profissionais possibilitou a discussão de novas tecnologias para o cultivo do milho safrinha nas diferentes regiões produtoras. Além disto, o evento proporcionou debates sobre problemas, dificuldades econômicas e políticas inerentes a cultura, sendo discutidos pelos representantes dos principais órgãos governamentais presentes no evento.

A participação de renomados palestrantes, bem como a entrega, a cada participante do Seminário, dos anais do evento, contendo as palestras e os resumos expandidos de todos os trabalhos científicos (apresentados na forma de pôster), permitirão uma excelente fonte de consulta para ser empregada pela comunidade científica e pelos agentes da assistência técnica.

Ressalta-se ainda que para fortalecer esse objetivo, cópias dos anais do X Seminário Nacional de Milho Safrinha foram doadas para várias Instituições de Pesquisa e de Ensino do país, visto que é a única bibliografia no país que contempla, integralmente, o cultivo de milho safrinha.


Engenheiro Agrônomo, professor da Universidade de Rio Verde e presidente da Comissão Organizadora do 10º Seminário de Milho Safrinha
E-mail: silvaag@yahoo.com.br


Fonte: Página Rural
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r