Bom dia!
25/09
 

Artigos

Voltar
Sábado, 01 de março de 2003 - 08h58m

Animais > Bovinos

Fazenda Figueira seleciona Limousin no litoral gaúcho



Como fazer uma propriedade de menos de 700 hectares, logo sem possibilidade de ganho de escala, manter-se produtiva e rentável? Esse é o desafio que os administradores da Fazenda Figueira se impõe na gestão de cada ciclo produtivo das atividades que desenvolvem. A integração agricultura-pecuária foi uma das opções para permitir um investimento maior em máquinas e implementos de uso comum nas duas atividades. Na lavoura de arroz, implantou-se o plantio pelo sistema pré-germinado. Essa técnica liberta o produtor das incertezas do tempo na época de plantio e possibilita maior produtividade e qualidade do arroz Por exemplo, na safra 02/03, a colheita está prevista para começar a partir de 15 de fevereiro, o que deve possibilitar preços melhores de comercialização na safra. Além disso, o maquinário de colheita fica disponível para trabalhar para terceiros, criando-se assim outra fonte de receita.

A pecuária é explorada em todas as suas modalidades: cria-recria-terminação. O ciclo completo é feito para produzir reprodutores e matrizes da raça Limousin, com ênfase no melhoramento genético. Também faz-se a recria e terminação de fêmeas holandesas que são adquiridas quando terneiras e são comercializadas prenhas já na época de parição para proprietários de tambos. Já nas épocas de maior oferta alimentar do campo nativo, de setembro a março, trabalha-se com a engorda de bovinos. Agregar valor ao produto, incorporar tecnologias que garantam maior produtividade e diminuam as perdas por variações climáticas ou problemas sanitários, ter senso de oportunidade para explorar novos negócios, investir na mão de obra e, principalmente, planejar, organizar o trabalho e controlar custos são algumas das estratégias utilizadas para garantir a produtividade e a rentabilidade desejada.

A Fazenda Figueira fica situada na região do Litoral Norte entre Osório e Tramandaí. Tem 674 hectares, sendo 600 destinados à atividade de pecuária. A criação de reprodutores e matrizes da raça Limousin responde por 42% do total do rebanho e a 66% do faturamento obtido com a pecuária. Rigorosa seleção é feita para garantir que sejam animais transmissores de características genéticas melhoradoras de plantel, como: precocidade sexual e precocidade de acabamento. O rigoroso controle sanitário e o manejo adequado das áreas de pastagens, com o pastoreio rotativo, permite que sejam criados a campo, garantindo rusticidade, e que a partir dos 20 meses estejam prontos para iniciar suas funções reprodutivas.


Fonte: Maria Pia
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r