Boa tarde!
18/10
 

Artigos

Voltar
Quarta-feira, 09 de julho de 2003 - 16h44m

Agricultura > Outros

Sabor de investimentos no ar



Por Afonso Hamm *

No momento em que espaços se abrem na mídia e a própria sociedade comenta o desempenho recorde das exportações do agronegócio nacional, sente-se no ar um doce sabor de maiores volumes de investimentos no setor. O momento reserva um gosto especial para a abertura de áreas expressivas em região das mais peculiares no Rio Grande do Sul. A radiografia foi generosa com a Metade Sul do Estado, onde clima, solo e tecnologia há tempos estão em sinergia para receber mudas de viníferas que se transformarão em vinho de alta excelência, prontos para a degustação dos exigentes consumidores aqui e no exterior.



Foto: Teca Assessoria de Imprensa


Nos eixos de Encruzilhada do Sul até Pinheiro Machado e de Bagé a Uruguaiana formatam-se um único mapa que ganha os contornos do descobrimento de um potencial adormecido, mas que quer – e vai – se agigantar em torno de uvas viníferas para a produção de vinhos de primeira classe. Os caminhos estão sendo conduzidos por empresários da Serra gaúcha, investidores de grande conhecimento e com nome no mercado em condições de garantir os primeiros passos para os produtores formarem os pomares com tecnologia e assistência técnica. A peregrinação será conjunta, e a base se fortalecendo com a participação de universidades, empresas públicas e privadas, pesquisa, instituições de crédito e Estado, cujo governo tem provado ser grande promotor do desenvolvimento de toda a cadeia produtiva. As parcerias já envolvem mais de 20 empresas, que darão suporte para a promoção de vinhos finos made in Brazil.

A iniciativa de instalar parreiras e elaborar vinhos finos na própria região já está abrindo as porteiras para o desenvolvimento do agronegócio e da economia de toda a Metade Sul. Quem se integra à caminhada, encontrará espaço para avançar pelo território do desenvolvimento vitivinícola, contribuindo para melhores resultados ainda do agronegócio brasileiro no exterior. E quem quer mudar os rumos da região, tem a chance ao participar do III Seminário de Vitivinicultura da Metade Sul do Rio Grande do Sul, nos próximos dias 24 e 25 de julho, no Clube Comercial Bagé. É a oportunidade de conhecer e passar a se tornar empreendedor no mais novo pólo vitivinícola do país.

* Diretor Administrativo da Emater/RS e presidente do Comitê de Fruticultura da Metade Sul do RS


Fonte: Teca Assessoria de Imprensa
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r