Boa tarde!
18/10
 

Artigos

Voltar
Segunda-feira, 08 de setembro de 2003 - 16h23m

Agronegócio > Outros

Moinhos, tulipas e muitos negócios



Por Fernando Heemann*

Uma economia próspera e estável , desde sempre fortemente orientada para o contexto internacional e que está entre as 15 economias mais fortes do mundo . É assim que podemos definir a Holanda .Com sua paisagem encantadora de moinhos e campos coloridos pelas tulipas , tem muito mais a oferecer ao agronegócio do RS . Uma porta de entrada para a Europa , por sua posição geográfica e a excelente infra –estrutura logística e operacional fazem da Holanda um parceiro importante para o comércio exterior gaúcho com aquele continente e as Américas .

O país possui um território exíguo(41.256 Km2 ) e alta densidade demográfica(16 milhões de habitantes ) . Se isto restringiu a produção num primeiro momento , não foi um fator determinante para frear a economia .Os esforços acabaram se voltando para fora . O setor mais amplo da economia holandesa é o de serviços comerciais . O porto de Rotterdam é reconhecidamente um dos mais movimentados do mundo e é destino da maioria dos navios que levam cargas para os países europeus . O porto de Amsterdam e o aeroporto Schipol , que também fica na cidade , junto com os canais de transporte fluvial e ferroviário formam uma estrutura logística altamente versátil .Para melhorar ainda mais as conexões pós porto , uma linha ferroviária , da qual grande parte é subterrânea e vai ligar Rotterdam à Alemanha , está com o projeto em fase de conclusão e vai custar cinco bilhões de euros ( 1 euro = 3,4 reais ) . Esse trânsito de produtos acabou criando um forte pólo de indústrias de apoio e de companhias multinacionais , são mais de 6700 empresas estrangeiras operando na Holanda , que apesar de ser sete vezes menor que o RS tem um PIB de 250 billhões de euros.

A Holanda é um parceiro importante para o nosso Estado , sendo o segundo destino das exportações brasileiras . Entretanto , grande arte do que é importado não é consumido no mercado interno , mas reexportado , como é o caso da laranja . O Brasil produz a fruta , mas é a indústria holandesa que produz o suco , com isto agrega valor ao produto e vende para o resto do mundo . O mesmo acontece com a soja e a carne . Possuindo uma agricultura e um complexo de agronegócio muito produtivo e desenvolvido , fazem da Holanda um dos grandes exportadores mundiais . O grande volume de exportações agrícolas holandesas deve-se ao elevado grau de tecnologia , destacando-se produtos como flores , laticínios e batatas.

O objetivo da missão do agribusiness gaúcho , promovida pelo Centro Internacional de Negócios em conjunto com a Delegação Comercial Holandesa, foi aproximar empresas do RS de parceiros comerciais holandeses, oportunizando ganhos tecnológicos e conquista de novos mercados para o agronegócio do nosso Estado

* consultor de Agronegócios


Fonte: Fernando Heemann
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r