Boa noite!
25/09
 

Artigos

Voltar
Quinta-feira, 09 de setembro de 2004 - 11h13m

Animais > Eqüinos

Cavalo também tem direito a férias e cuidados sanitários



* Por Henry Berger

É uma prática bastante comum entre proprietários de cavalos de esporte conceder aos seus animais as tão sonhadas férias entre os meses de novembro e fevereiro. Nem poderia ser diferente, pois neste período o hipismo brasileiro não realiza provas ou torneios relevantes. Além disso, nesta época os animais não são tão exigidos fisicamente, uma vez que os próprios cavaleiros também aproveitam para descansar.

Entretanto, mesmo nesse período não podemos em nenhuma hipótese negligenciar o aspecto sanitário desses animais. Aliás, este é um período crítico para uma série de desafios infecto-contagiosos aos quais os eqüinos estão expostos. Vivemos em um país tropical. Entre final e o início de ano é justamente época de intenso calor e precipitações chuvosas, ou seja, altas temperaturas e umidade elevada, que facilitam a propagação de agentes infecciosos e parasitários no ambiente.

É nesta época do ano que ocorre intensa proliferação de ovos e larvas de parasitos no meio ambiente, fazendo com que os pastos e piquetes sejam contaminados com maior intensidade e rapidez, conseqüentemente causando re-infecção dos cavalos. Se o animal permanece normalmente hospedado em condições de estabulagem em baias na maior parte do dia, e nas férias terá a oportunidade de "veranear" em um amplo piquete, são necessários alguns cuidados durante esse período e também no retorno às baias.

Veja abaixo alguns cuidados e medidas importantes a ser tomadas neste período do ano:

·Tenha certeza de que o animal sairá de férias devidamente vermifugado, com baixas contagens de ovos das fezes (OPG): isso garante que a re-infecção será mais lenta do que se ele já estivesse com altas contagens, minimizando a ocorrência de cólicas. E ninguém quer um atendimento de cólica nas férias, não é mesmo?

·Imediatamente no retorno das férias faça nova vermifugação: os riscos de alta contaminação das pastagens no verão são muito altos e o cavalo certamente retornará com elevada infecção parasitária; livre-o dela para iniciar o ano atlético em plena forma.

·No verão há intensa proliferação de ácaros oribatídeos no meio ambiente (vetores dos ovos embrionados de vermes chatos, chamados de tênias). Por este motivo, estabeleça as vermifugações desta época com produtos combinados à base de ivermectina e praziquantel. Lembre-se que as tênias são grandes vilãs nos processos de cólicas espasmódicas.

·As federações, associações e principalmente a FEI (Federação Eqüestre Internacional) acertadamente exigem que os cavalos sejam vacinados contra a influenza. Aproveite esta época tranqüila do ano para colocar a vacinação em dia, permitindo inclusive que se faça o reforço semestral de influenza e rinopneumonite no outono, antes do período crítico do inverno.

·Fique atento aos ectoparasitas, como carrapatos, moscas e bicheiras: estabeleça uma aplicação (pulverização, pour-on) periódica de produtos indicados para este tipo de controle. A correta vermifugação, conforme descrita acima, também previne as perigosas "Feridas de Verão" ou Habronemoses, comuns neste período do ano e transmitidas por moscas.

·Aproveite a tranqüilidade do final do ano para uma boa higienização das instalações e utensílios de seus animais. Faça uma lavagem sob pressão preferencialmente com produtos à base de cresóis nas paredes e portas das baias, cochos, piso e adjacências. Também lave cuidadosamente com desinfetantes as rasqueadeiras, escovas, baldes, freios e bridões. Alguns ovos de parasitos são extremamente aderentes às paredes e superfícies em geral e também muito resistentes ao meio ambiente. O herpesvírus, agente da rinopneumonite, pode sobreviver no meio ambiente até por 45 dias!

·Renove as camas e invista em maravalha de boa qualidade. O trato
respiratório do cavalo agradece.

Como visto, as férias constituem período de intenso descanso. Mas alguns cuidados básicos são fundamentais para evitar problemas ao longo do ano.

* PhD em Medicina Veterinária e Gerente de produtos para Eqüinos na Merial Saúde Animal


Fonte: Assessoria de Comunicações
















© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r