Boa noite!
19/07
 

Notícias

Voltar
Segunda-feira, 31 de maio de 2010 - 17h01m

Eventos > Outros

MG: leilões do primeiro turno somam R$ 2,2 milhões na Superagro



Belo Horizonte/MG

O primeiro turno da 50ª. Exposição Estadual Agropecuária, um dos eventos da Superagro 2010, foi encerrado ontem (30), com faturamento de R$ 2,2 milhões relativo aos quatro leilões realizados na primeira fase do evento, de 26 a 30 de maio. Também até o domingo, 54 mil pessoas já haviam visitado a feira incluindo, além da Exposição Agropecuária, os eventos do Pavilhão Expominas, como a Expocachaça e Expovet.

Os leilões contabilizaram a venda de 136 animais, sendo 26 lotes de mangalarga paulista, 47 de mangalarga marchador e 63 de gir leiteiro.

O leilão Qualidade Gir Villefort & Convidados, realizado no bairro Pampulha e integrado à programação da Superagro, foi o que apresentou a maior receita, somando R$ 870 mil com a venda de 30 animais. Foi nesse leilão que foi arrematado o animal de maior valor até o momento, uma fêmea gir com 50% de seu valor leiloado em sociedade por R$ 76 mil.

O segundo maior faturamento ficou com o leilão da raça gir realizado no Parque de Exposições, com a venda de 33 animais e volume de negócios em torno de R$ 600 mil. Em seguida vieram o leilão do mangalarga marchador, com receita de cerca de R$ 480 mil com a venda de 47 lotes e o mangalarga paulista, com faturamento de R$ 280 mil e o arremate de 26 lotes.

No segundo turno da 50ª. Exposição Estadual Agropecuária, que começa na quarta (2) e prossegue até o domingo (6), ainda serão realizados sete leilões que colocarão à venda 266 animais no seguintes pregões: pônei (02 de junho), guzerá e árabe (3 de junho), caprinos, ovinos e brahman (4 de junho), Campolina (5 de junho) e jumento pêga (5 de junho).

Além dos leilões, foram realizados neste primeiro turno também o julgamento de cerca de 1500 animais reunindo bovinos de leite das raças gir leileiro, girolando, holandês, pardo-suíço e jersey , e equinos das raças mangalarga paulista e mangalarga marchador.

Expovet
A 13ª. Expocachaça e a Expovet – Feira de Negócios e produtos Pet e Veterinários prosseguem com sucesso até amanhã, 1º. de junho. De acordo com a representante Flávia Mesquita, da Show Pet distribuidora, de Lagoa Santa (MG), o evento está possibilitando inúmeros contatos e negócios. “Já fechamos contratos com revendedores e temos a possibilidade de ampliar nossos clientes. O evento reuniu proprietários de estabelecimentos e donos de pequenos animais ávidos na busca pelo melhor para o animal”, afirma.

Acostumada com eventos do gênero realizados no país, a diretora de marketing da Cyno, empresa paulista especializada em nutrição animal, Eliana Villava Fonseca, acredita que a feira consolidou Belo Horizonte na tendência mundial que oferece cuidados apropriados para animais de estimação. “O criador sabe que é preciso oferecer uma ração balanceada, com nutrientes minuciosamente estudados. Os revendedores estão atentos a essa mudança e entendem que é preciso disponibilizar produtos de qualidade.”, garante.

Expocachaça
Na Expocachaça, o domingo (30), foi mais uma oportunidade de negócios para expositores, que apresentaram seus produtos para fornecedores e consumidores diretos. Somente no estande da Cachaça Limeira, mais de mil copinhos da bebida já tinham sido servidos só durante a manhã, o que comprova a grande movimentação da feira naquele dia.

Segundo José Francisco Dias, proprietário da marca cuja fabricação é feita em Machado, no Sul de Minas, a primeira participação na Expocachaça já rendeu bons frutos. “Hoje faltaram copinhos de tanta gente querendo experimentar. Mesmo assim, o que conta mais é a visibilidade que ganhamos para negócios futuros, tanto com compradores em potencial quanto com consumidores finais”, afirmou o empresário da cachaça 100% artesanal, que é uma das mais antigas do país, fabricada desde 1910, segundo ele.

Para Danilo Paulo, da marca Chico Mineiro, a grande circulação de pessoas no pavilhão também garante boa prospecção para vendas futuras. “Mais de 1.200 pessoas já experimentaram hoje, mas o pós-feira ainda é o que mais importa comercialmente”, explicou. Segundo ele, é muito recompensador participar da feira. “O público é sempre grande e, por isso, já participamos várias vezes. É uma vitrine muito importante”, completou. A cachaça Chico Mineiro é produzida artesanalmente em Parreiras, no Centro-Oeste de Minas.

A Superagro é uma realização do governo de Minas – por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA)-, da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.


Fonte: Superagro














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r