Bom dia!
11/12
 

Notícias

Voltar
Sexta-feira, 04 de junho de 2010 - 14h14m

Eventos > Feira

RN: feira de fruticultura atrai compradores internacionais a Mossoró



Mossoró/RN

Uma vitrine das frutas brasileiras. Assim é conhecida a Feira Internacional da Fruticultura Tropical Irrigada - Expofruit, que reúne anualmente, no município de Mossoró (RN), os mais expressivos segmentos ligados à fruticultura irrigada. O evento é considerado pelos produtores e organizadores uma ferramenta de alavancagem da economia do estado, que tem o melão como carro-chefe das exportações. Nesta edição será realizada a 7ª Rodada Internacional de Negócios, com participação de 14 empresas, sendo sete internacionais.

A feira será realizada com o tema ‘Misturas do Brasil, origem dos sabores’, no período de 9 a 11 de junho, no campus da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). No espaço, serão realizados, cursos, clínicas tecnológicas, exposição de produtos e serviços, rodada de negócios e o Fórum Internacional da Fruticultura e Eventos Culturais. O evento é uma realização do Comitê Executivo de Fitossanidade do Rio Grande do Norte (Coex), Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e o Sebrae no Rio Grande do Norte.

Um dos destaques da feira será a 7ª Rodada Internacional de Negócios. Participarão 13 empresas compradoras, sendo sete internacionais e seis nacionais. Entre as internacionais estão: Sweet Fruits, de Portugal; Univeg, da Inglaterra; Fresh World Internacional, da Polônia; Equicosta, do Canadá, Port International, da Alemanha; Fruits CMR, da Espanha; e Alex Port BV, da Holanda. As nacionais são: Carrefour e Grupo Binassi, de São Paulo; Akira Muranata; Frutícula CM, de Minas Gerais; Silvestin Frutas, do Rio Grande do Sul; e Distribuidora Martoneto, do Distrito Federal.

De acordo com a coordenadora da rodada no Sebrae no estado, Maiza Pessôa, a meta para a rodada deste ano é alcançar um volume de vendas de R$ 12 milhões. Segundo ela, a idéia é repetir o sucesso da rodada em 2009, que ultrapassou a meta estipulada de R$ 10 milhões. “A novidade deste ano é que cada comprador terá um estande para atender os ofertantes de frutas dentro do espaço do Sebrae na feira”, explicou Maiza. Ela informa que já estão confirmadas a participação de produtores participantes dos projetos coletivos nas unidades estaduais do Sebrae em Alagoas e Ceará.

O empresário Antonio Felipe Martoneto, dono da distribuidora de frutas Martoneto, em Brasília (DF), será um dos compradores nacionais da rodada. Antonio distribui frutas para todos os supermercados da capital federal e avisa aos ofertantes: “Comprarei exclusivamente o melão. Para comprar, irei observar aspectos, como a capacidade do vendedor em fornecer produto de qualidade de forma contínua, o modo de armazenamento das frutas, e a embalagem”. Para ele, a rodada de negócios é uma oportunidade para que o comprador possa orientar diretamente o ofertante sobre as necessidades do consumidor final.

Seminário
Paralelo a feira acontece, no dia 10 de junho, o II Fórum Internacional da Fruticultura. O evento, que reunirá fruticultores e especialistas brasileiros e estrangeiros, terá como foco o cenário pós-crise econômica mundial. Com a temática "A fruticultura buscando oportunidades", o fórum discutirá, por meio da realização de palestras e debates, a atual situação da fruticultura brasileira. Destaque para as potencialidades no comércio internacional e a necessidade de um planejamento estratégico e conhecimento de mercado para fins de exportações.


Fonte: Agência Sebrae de Notícias














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r