Boa noite!
19/07
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 09 de junho de 2010 - 07h20m

Agricultura > Soja

MT: produção mato-grossense de soja deverá chegar a 18,78 milhões/t



Soja será a única cultura da pauta de grãos com crescimento em 2009/10.


Cuiabá/MT

A safra de grãos mato-grossense do ciclo 2009/10 está praticamente consolidada e confirma previsão de 18,78 milhões de toneladas de soja, de acordo com levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anunciado ontem. O incremento será de 4,56% em relação à safra 2008/09, que fechou em 17,962 milhões de toneladas, mesmo com a queda de 1,50% na produtividade este ano (3.082 Kg para 3.036 Kg). A área plantada avançou 6,12% na safra 2009/10, passando de 5,828 milhões de hectares para 6,185 milhões de hectares.

Segundo o diretor de Política Agrícola da Conab, Sílvio Porto, o 9º levantamento mostra que no geral (país) quase todos os produtos permanecerão estáveis. “Podemos ter apenas alguma alteração no milho safrinha, por causa do veranico de abril, que afetou significativamente a produtividade em Mato Grosso”, disse.

Em Mato Grosso, somente a soja terá crescimento em produção. Algodão, arroz, milho e feijão têm projeções negativas para a safra 2009/10.

No caso do arroz, a queda prevista é de 7,6%, com a produção reduando de 803,9 mil toneladas para 742,7 mil toneladas. A área plantada apresenta queda de 12%, despencando de 280,6 mil hectares para 246,9 mil hectares, mas a produtividade será maior (5%), saindo de 2,865 mil quilos para 3,008 mil quilos na atual safra.

O milho será outra cultura que terá queda expressiva (6,4%). A produção será reduzida de 8,081 milhões de toneladas para 7,562 milhões de toneladas mesmo com o aumento de 17% na área plantada (1,640 milhão de hectares para 1,919 milhão de hectares). A redução é explicada pela queda da produtividade, que recuou 20%, encolhendo de 4,926 mil quilos para 3,940 mil quilos.

O feijão, cultura de menor expressão na pauta de grãos, vai cair 7,6% - de 803,9 mil toneladas para 742,7 mil toneladas – porém o algodão em pluma do qual Mato Grosso é o maior produtor, vai experimentar queda de apenas 0,2%, com a produção do ciclo 2009/10 (613,1 mil toneladas) praticamente empatando com a do ano passado, 614,2 mil toneladas.

De acordo com avaliação técnica da Conab, as boas condições de clima ocorrida nos estágios de desenvolvimento vegetativo beneficiaram sobremaneira a cultura do algodão. “Foram registrados veranicos na segunda quinzena de março e em todo o mês de abril, atingindo a planta nas fases de floração e abertura das maçãs do baixeiro, todavia não acarretará efeito negativo na produtividade, e na qualidade da pluma, o que poderá ser efetivamente avaliado a partir da 2ª quinzena de junho período de início da colheita”, avaliam os técnicos.


BRASIL

No país, a safra de grãos chega a 146,92 milhões de toneladas, com aumento de 51,5 mil toneladas sobre os números recordes anunciados no mês passado. O resultado do 9º levantamento do ciclo 2009/10, divulgado ontem pela Conab é de uma colheita histórica e 8,7% superior às 135,13 milhões de toneladas da última safra.

Além do bom regime de chuva nas áreas de maior produção, contribuíram para o aumento a boa produtividade do milho primeira safra nos Estados do Paraná e Goiás, a evolução na área do milho segunda safra e o plantio da soja em Mato Grosso. A soja deve alcançar 68,7 milhões toneladas, 20,2% ou 11,5 milhões de toneladas a mais que na safra anterior. Para o milho segunda safra, o crescimento previsto é de 11,9%, com um total de 19,41 milhões de toneladas. A produção total do cereal deverá atingir 53,46 milhões de toneladas, somadas a primeira e a segunda safras, com ganho de 4,8% em relação ao período passado. O percentual equivale a aumento de 2,46 milhões de toneladas. No Centro-Sul, já foram colhidos 98% do milho primeira safra, enquanto no país, a situação é de 69% para o grão primeira safra e de 76% para o arroz. Todo o feijão primeira safra foi colhido e a segunda encontra-se em fase final.


ÁREA

O total de área plantada é de 47,4 milhões de hectares, inferior em 0,6% (278 mil hectares) à safra 2008/09. A área total de milho deve chegar a 12,94 milhões de hectares, com redução de 8,7% sobre o último período (14,2 milhões de hectares). O milho segunda safra registrou aumento de 21,5% (324,4 mil hectares), em Mato Grosso, e de 18% (66,9 mil hectares), em Goiás. A soja também teve elevação de área de 7,4% (1,6 milhão hectares). Outros grãos não tiveram o mesmo desempenho, como o arroz (-139,6 mil hectares), o milho primeira safra (-1,42 milhão hectares), o feijão segunda safra (-426,9 mil hectares) e o algodão (-9,5 mil hectares).

Marcondes Maciel


Fonte: Diário de Cuiabá














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r