Bom dia!
20/07
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 09 de junho de 2010 - 08h41m

Eventos > Prêmio

SP: conheça os vencedores do Prêmio Top Etanol



São Paulo/SP

Realizada na última segunda-feira (07), em São Paulo, a cerimônia de entrega do Prêmio Top Etanol reuniu mais de 1500 pessoas na casa de espetáculos Via Funchal para homenagear os vencedores da noite. Dos 220 projetos, inscritos ao longo de 2009, sobre o tema “Agroenergia e Meio Ambiente” nas categorias fotografia, jornalismo e trabalhos acadêmicos, 13 ganharam o prêmio. Além dos autores vencedores, personalidades que tiveram um papel marcante para o setor também subiram ao palco.

Anunciados pelo mestre de cerimônias Carlos Tramontina, jornalista e âncora do telejornal SPTV, da Rede Globo de Televisão, os ganhadores da primeira edição do Prêmio Top Etanol receberam juntos R$ 68.100,00. 

Monografias em Graduação
Na categoria Monografias em Graduação, o primeiro lugar ficou com Hellen Priscilla Marinho Cavalcante, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Ufrn), com o trabalho “Aspectos jurídicos relativos aos biocombustíveis brasileiros e as barreiras não tarifárias à sua importação: um enfoque sobre o etanol”. Em segundo, Tomás Petti Martins, da Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), com o trabalho “A inserção do etanol brasileiro no mercado internacional”, e em terceiro Angela Cristina Gomes, Ana Cristina Messas e Angela Madalena Marchizelli Godinho da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), com o trabalho “Estudo comparativo a campo de ação herbicida do óleo fúsel com benzoato de metila e 2,4 D”.

Monografias em Pós-Graduação
A categoria Monografias em Pós-Graduação teve apenas um trabalho vencedor, de Thiago Ferreira Jorge Cagna, Ivan Claudio Shiki e Eduardo Aguiar Rezende da Fundação Instituto de Administração (FIA), com o trabalho “Método para aplicação da sustentabilidade nos fornecedores das usinas produtoras de etanol”. 

Trabalhos Acadêmicos
Entre os vencedores da categoria Trabalhos Acadêmicos, os vencedores foram: em primeiro, Carlos Antonio da Silva Junior e Laércio Alves de Carvalho da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (Uems), com o trabalho “Alterações nos atributos físicos do solo relacionado a diferentes métodos de preparo no plantio de cana-de-açúcar”, publicado no XXXII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo; em segundo, Paloma Palmieri Alves, Júlia Celia Mercedes Strauch e Cosme Marcelo Furtado Passos da Silva, da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence/IBGE), com o trabalho “Indicadores sintéticos para a caracterização dos municípios paulistas na perspectiva do cultivo da cana-de-açúcar, período 2005 a 2009”, publicado nos Anais do VI Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas; e em terceiro, Antonio Mauro Saraiva, José Paulo Molin, Edson Murakami e Fabiana Soares Santana da USP (Ufabc), com o trabalho “Uma infraestrutura para sistemas de agricultura de precisão via web”, publicado no CONBEA XXXVIII. 

Jornalismo
Na categoria jornalismo impresso, a vencedora foi Raquel Landim, com a reportagem “A arma secreta do etanol”, publicada no jornal O Estado de S. Paulo; em telejornalismo o prêmio foi para André Trigueiro, Marina Saraiva, Dirceu Martins, Edith Gonçalves e Angélica Brum, com a reportagem “O etanol do século 21”, exibida no programa Cidades e Soluções, da Globo News; a vencedora da categoria Radiojornalismo foi Aline Louise Moreira, com a reportagem “Energia limpa”, exibida no programa A hora do fazendeiro, na Rádio Inconfidência AM 880.

Fotografia
Os vencedores da categoria Fotografia foram Ismar Geraldo B. de Almeida, com o trabalho “Vinhaça”, em primeiro lugar, Cristiano Borges da Silva, com o trabalho “O trabalhador”, em segundo, e Mário Roberto Vendramini, com o trabalho “Coreografia rural”, em terceiro. As personalidades homenageadas da noite foram Manoel Sobral Júnior, na categoria Academia, Cândido Ribeiro Toledo, em Tecnologia, e Shigeaki Ueki, em Política.

Critérios rigorosos
“A comissão escolhida para julgar os trabalhos foi do mais alto nível. Todos os jurados deram contribuições extraordinárias e cada participante do Top Etanol pode ter certeza de que seu trabalho foi examinado e julgado por uma comissão que realmente se debruçou sobre os materiais. Em raras ocasiões pude ver pessoas com tamanha vontade, interesse e profundidade como ocorreu nesta comissão,” avalia Ruy Portilho, diretor da RP Consultoria, agência de criação e desenvolvimento de premiações que é responsável pela produção do Top Etanol.

Para Yara Peres, sócia e vice-presidente do Grupo CDN e integrante da comissão que julgou os trabalhos jornalísticos, a qualidade das matérias mostra o interesse e a coragem que os formadores de opinião da mídia têm ao abordar um assunto ainda não suficientemente conhecido. “O que notamos em todos os trabalhos analisados foi a grande atenção dada ao tema. Nota-se que a imprensa já desperta a atenção da opinião pública para a questão das energias renováveis, o que é fundamental.”

Comissão
A comissão julgadora foi dividida em dois grupos: um para escolher os vencedores dos trabalhos acadêmicos, outro para selecionar os materiais jornalísticos e fotografias. Além de Yara Peres, o júri de trabalhos jornalísticos contou com Carlos Alberto Ceneviva diretor da agência FYI Assessoria de Comunicação; Hélio Campos Mello, diretor responsável Brasileiros Editora e diretor de redação da Revista Brasileiros; José Márcio Mendonça, vice-presidente da organização social, Iniciativa Cultura e Julio Moreno da Fundação Padre Anchieta, onde coordenou o jornalismo e hoje ocupa a Secretaria-Executiva da Presidência.

Já a comissão de trabalhos acadêmicos contou com Geraldo Barros, do Cepea; Isaias de Carvalho Macedo, pesquisador do Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Luiz Augusto Horta Nogueira consultor da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal/ONU) e professor da Universidade Federal de Itajubá (Unifei).

Projeto Agora
O Top Etanol é uma das ações do Projeto Agora, uma das maiores iniciativas de comunicação integrada já implantadas no Brasil, unindo empresas e entidades que fazem parte da cadeia produtiva da cana-de-açúcar. Além da Unica, participam do Agora as empresas Itaú-Unibanco, Monsanto, Basf, Dedini e SEW Eurodrive, os sindicatos estaduais dos produtores de açúcar e etanol de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Pelo menos outras três empresas já confirmaram presença no segundo ano do Projeto, a partir do início da safra 2010/2011.


Fonte: Unica














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r