Boa tarde!
23/07
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 09 de junho de 2010 - 17h46m

Agronegócio > Exportação

DF: exportações de couro em maio somam US$ 156 milhões



Brasília/DF

A Secretaria de Comércio Exterior, órgão do Ministério da Indústria, Desenvolvimento e Comércio Exterior, informou na segunda-feira (7), que as exportações de couros durante o mês de maio atingiram US$ 156 milhões, um crescimento de 73% em comparação com maio do ano passado, mas 2% inferior ao patamar dos US$ 159 milhões atingido nos meses de abril e março do ano em curso.

“À primeira vista, a queda de 2% parece insignificante, mas de certa forma é um reflexo da desaceleração do aumento dos preços”, avalia o presidente do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), Wolfgang Goerlich. Desde março/abril, lembra o executivo, os exportadores estão enfrentando cada vez mais dificuldades para qualquer novo ajuste. O mercado internacional, principalmente nos tipos de couro que concorrem diretamente com os couros brasileiros, entrou numa nova fase de baixa.

“Os novos problemas nos mercados financeiros internacionais, desta vez com foco na crise da União Européia, confirmaram o fato de que a crise econômica mundial ainda não está superada e que a futura evolução e suas consequências nos principais mercados consumidores, inclusive na China, são imprevisíveis”, analisa Goerlich. Portanto, prossegue ele, parece aconselhável reduzir o nosso otimismo baseado nas exportações dos primeiros quatro meses e evoluir para um posicionamento mais cauteloso.

As exportações dos últimos doze meses chegam a US$ 1,48 bilhão. Em relação às perspectivas para o total das exportações de couros e peles em 2010, devemos fazer as seguintes considerações: os reajustes dos preços se concretizaram a partir setembro do ano passado e atingiram o patamar atual em maio.

Assim, não ocorrendo maiores modificações na exportação quantitativa e já considerando uma acomodação dos preços, podemos projetar uma exportação média mensal entre US$ 140 e US$ 150 milhões de junho até dezembro, calcula o presidente do CICB. Ele lembra que tal desempenho resultaria numa exportação total em 2010 de aproximadamente US$ 1,75 bilhão, nada menos que 51% a mais do que em 2009, quando o Brasil exportou US$ 1,16 bilhão, mas ainda 7% abaixo das exportações de US$ 1,88 bilhão em 2008.

A importância do setor para a economia brasileira é de grande relevância. Vale lembrar que a cadeia produtiva do couro, que abrange os setores de curtumes, calçados, componentes, máquinas e equipamentos para calçados e couros, artefatos e artigos de viagem em couro, reúne 10 mil indústrias, gera mais de 500 mil empregos e movimenta receita superior a US$ 21 bilhões de dólares por ano.


Fonte: Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r