Boa tarde!
15/08
 

Notícias

Voltar
Sexta-feira, 11 de junho de 2010 - 11h44m

Eventos > Fórum

RS: Programa de Diversificação do Tabaco é tema de Fórum em Dom Feliciano



Dom Feliciano/RS

A Secretaria da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA) participa, apresentando o tema Reconversão do Tabaco no Brasil, de 17 a 18 de junho, do II Fórum da Agricultura Familiar e do IX Fórum de Desenvolvimento Rural Sustentável da Região Centro-Sul, em Dom Feliciano (RS).

O Ministério será representado pela coordenadora do Programa de Diversificação em Áreas Cultivadas com o Tabaco, Adriana Gregolin. Segundo ela, o grande desafio do fórum é mostrar que há outras alternativas de diversificação das culturas, além do fumo. “A intensão da diversificação é de aumentar a renda dos agricultores familiares do município”, destaca.

Durante o evento, serão apresentados ainda os temas: Agricultura Familiar da Polônia e as suas relações com o município; Desmistificando a Convenção Quadro, e Políticas de Combate à Pobreza do Banco Mundial.

Participam do fórum uma delegação polonesa, os ministérios da Pesca e Aquicultura (MPA), da Saúde (MS), o Banco Mundial, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, a Assembleia Legislativa de Dom Feliciano, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater/RS) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

No segundo dia do evento, será realizado um ciclo de debates com propostas de projetos nas áreas de produção de leite, piscicultura, mel, fruticultura e frango colonial. Além disso, será debatida a questão ambiental dos municípios que participam do fórum e como os agricultores poderão comercializar sua nova forma de produção junto ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Parcerias
O MDA em parceria com a Prefeitura de Dom Feliciano e com a Embrapa trabalha com a proposta de um projeto de pesquisa e desenvolvimento voltado para a agricultura colonial na região, no valor de R$ 400 mil. O objetivo é atender 50 famílias de fumicultores nos três primeiros anos de implantação. O prefeito de Dom Feliciano, Clênio Boeira da Silva, disse que a intenção é ampliar as possibilidades de produção dos agricultores familiares da região. “Em Dom Feliciano, 85% do PIB agrícola é proveniente da fumicultura, fato que causa preocupação, por ser tratar de uma droga que causa dependência e não produz alimentos”, relata.

De acordo com o prefeito, hoje, mil famílias do município encontram-se com um alto nível de endividamento bancário. “Convidamos o Banco Mundial em busca de um financiamento mais amplo, que ajude a reduzir a situação de pobreza pela qual passam nossos agricultores”, disse.

Outro programa está sendo desenvolvido pela Prefeitura em parceria com o Ministério da Pesca, no valor de R$ 413 mil, para implantar a piscicultura no município. A intenção é envolver 60 famílias logo no primeiro ano de implantação.


Fonte: MDA














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r