Boa tarde!
19/11
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 16 de junho de 2010 - 10h44m

Eventos > Outros

SC: Embrapa Suínos e Aves comemora 35 anos nesta sexta-feira



Concórdia/SC

A Embrapa Suínos e Aves, empresa de pesquisa agropecuária vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), comemora na próxima sexta-feira, 18 de junho, os seus 35 anos de fundação. A festa de aniversário será realizada no auditório da Unidade, das 10h às 12h, e também servirá para reconhecer o trabalho de lideranças da suinocultura e avicultura. Durante a cerimônia serão entregues os prêmios Destaque da Suinocultura e da Avicultura 2010. Francisco Turra, presidente da União Brasileira de Avicultura (UBA/Ubabef), será homenageado como Personalidade Destaque da Avicultura. Já Valdomiro Ferreira Júnior, presidente da Associação Paulista de Criadores de Suínos (Apcs), receberá o troféu Personalidade da Suinocultura.

Além da entrega dos troféus de Destaque da Suinocultura e da Avicultura 2010, a cerimônia de aniversário homenageará com o troféu dos 35 anos várias instituições ligadas à Embrapa Suínos e Aves, como a Superintendência do Ministério da Agricultura em Santa Catarina, a Secretaria Estadual da Agricultura, o Sindicato das Indústrias da Carne e Derivados de Santa Catarina (Sindicarne) e a Prefeitura de Concórdia. Serão feitas ainda homenagens internas. O pesquisador Nelson Morés será homenageado como Destaque da Embrapa. O pesquisador Osmar Dalla Costa e o assistente Luís Carlos Ajala foram escolhidos Destaques da Unidade.

De acordo com o chefe geral da Embrapa Suínos e Aves, Dirceu Talamini, a celebração dos 35 anos reforçará os compromissos da Unidade. “Trabalhamos diariamente para contribuir na evolução da suinocultura e da avicultura. Nos últimos 35 anos, essas duas atividades apresentaram progresso extraordinário no Brasil. Nós fazemos parte dessa história de sucesso e vamos continuar fazendo”, afirmou Talamini. A Embrapa Suínos e Aves é o principal centro de pesquisa governamental especializado em suínos e aves. As mais de 400 tecnologias disponibilizadas pela Unidade desde a sua fundação auxiliaram as duas atividades a conquistar o espaço que ocupam hoje no Brasil e no mundo.

Os principais compromissos de pesquisa da Embrapa Suínos e Aves para os próximos anos focam temas ligados diretamente com o futuro da suinocultura e avicultura. Um deles é a sanidade animal. A Unidade tem dado dedicado atenção especial ao desenvolvimento de soluções que garantam o status sanitário dos rebanhos brasileiros, condição importante para manter o reconhecimento conquistado nos últimos anos no mercado internacional. Também são grandes dos esforços para diminuir o impacto ambiental das duas atividades. A Embrapa Suínos e Aves busca ainda transformar os dejetos em oportunidades, gerando tecnologias que permitam o uso dos resíduos na produção de compostos orgânicos para serem aplicados no solo ou como insumo na geração de energias alternativas, como o biogás.

Um pouco da história
No início dos anos 70, a avicultura e a suinocultura já haviam iniciado a migração para a produção em larga escala, em substituição ao modelo baseado somente na agricultura familiar. Foi neste contexto de mudança que surgiu a Embrapa Suínos e Aves, em junho de 1975. A Unidade foi instalada em Concórdia, no Oeste de Santa Catarina, berço da modernização das duas atividades no país, com a incumbência de participar do desenvolvimento da suinocultura e avicultura.

Nos primeiros três anos, a Unidade concentrou seu trabalho na geração de tecnologias para a suinocultura. A partir de 78, incorporou a pesquisas em aves. O principal desafio inicial foi a construção da infraestrutura necessária para a colocação em práticas dos programas de pesquisa. Apenas em junho de 82 a Embrapa Suínos e Aves passou a ocupar as instalações definitivas do centro erguido em Vila Tamanduá, distante 14 km da cidade de Concórdia.

Os anos seguintes reservaram várias conquistas. A Unidade ganhou uma nova sede administrativa, unidade de melhoramento genético de suínos, campos experimentais de aves e novos laboratórios. A Embrapa participou ainda, em 1990, da criação do Centro de Diagnóstico em Saúde Animal (CEDISA), em parceria com o Ministério da Agricultura, Companhia Integrada de Defesa Animal de Santa Catarina (Cidasc), agroindústrias e produtores. Até hoje, o Cedisa presta o importante serviço de monitoria e diagnóstico de doenças em suínos e aves.

Raio-x da Embrapa Suínos e Aves

- Mais de 400 tecnologias disponibilizadas
- 45 pesquisadores
- 200 empregados
- 210 hectares de área
- Três laboratórios de referência
- Dois campos experimentais
- Um banco de germoplasma
- Unidade de ovos e suínos SPF (Specific Pathogen Free)


Fonte: Embrapa Suínos e Aves














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r