Bom dia!
18/07
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 16 de junho de 2010 - 18h26m

Eventos > Outros

DF: “Situação do ensino no campo é lamentável”, diz senadora Kátia Abreu



Brasília/DF

A presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu, hoje (16), no Plenário do Senado, um relato sobre o ensino no campo do Brasil.

Baseada no Estudo Nacional das Escolas Rurais, pesquisa encomendada pela entidade junto ao Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), divulgada no fim de maio, ela aproveitou o pronunciamento da senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), que discursava sobre educação, e pediu um aparte para mostrar aos parlamentares presentes um retrato da situação das escolas da zona rural no País. Kátia Abreu lembrou que o levantamento mostra que 70% das escolas não têm biblioteca e em 66% delas não há computador.

“O quadro é lamentável. As ações voltadas para a escola rural estão limitadas ao transporte escolar, que por muitas vezes se assemelha a um pau de arara, que é aquele caminhão que carregava os bóias frias para trabalhar, porque os prefeitos não tem recursos para oferecer transporte escolar condizente e nem há transportes suficientes que possam ser alugados pelas prefeituras”, disse Kátia Abreu.

A presidente da CNA também informou que 50% das escolas rurais incluídas no estudo não têm diretor e 70% não possuem sequer uma secretária. “Muitas vezes a professora é, além de professora, diretora, faxineira e até merendeira. Infelizmente esse é o retrato do campo”, afirmou.

Ainda segundo a senadora, 90% das escolas multisseriadas na zona rural, onde alunos de várias séries estudam em uma mesma turma com um único professor, não são avaliadas pelo governo federal. Desta forma, Kátia Abreu cobrou um ensino com qualidade compatível com que o setor agropecuário representa para o Brasil.

“Os produtores rurais respondem por um terço do Produto Interno Bruto (PIB) e por 42% das exportações. Portanto, podem exigir que a educação no campo, dos filhos da pequena propriedade rural e dos assentamentos, possa ter tratamento condizente com o merecimento que cada brasileiro tem”, concluiu.

O Estudo Nacional das Escolas Rurais, feito pelo Ibope e pelo Instituto Paulo Montenegro foi realizado em escolas multisseriadas de 10 Estados brasileiros: BA, DF, MG, MT, PA, PE, PR, RJ, RS, e TO. Em cada uma das cinco regiões do Brasil foram escolhidos dois Estados, aquele com o melhor resultado no IDEB e o que tem o pior resultado.


Fonte: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r