Boa noite!
19/07
 

Notícias

Voltar
Quinta-feira, 17 de junho de 2010 - 15h56m

Política Agrícola > Agricultura Familiar

MT: investimentos e incentivo à agricultura familiar são ações do Estado em Tangará da Serra



Tangará da Serra/MT

Governo do Estado, através do MT Regional, realiza na região de Tangará da Serra, a 240 km de Cuiabá, o trabalho de desenvolvimento da cadeia produtiva da fruticultura. As principais culturas são o abacaxi, com 400 hectares de área plantada e o maracujá com 100 há. No final do mês de abril deste ano mais de 60 técnicos da Empaer e secretarias de Agricultura dos municípios ligados ao Consórcio Intermunicipal de

Desenvolvimento do Alto do Rio Paraguai, foram capacitados em um curso visando o fortalecimento dessa cadeia produtiva. A importância da fruticultura para Tangará da Serra está no número de pequenos produtores da agricultura familiar envolvidos com a atividade. Segundo o coordenador da cadeia na Secretaria Extraordinária de Projetos Estratégicos, Rodrigo Furquim, apenas no assentamento Vale do Sol II, conhecido como “Bezerro Vermelho”, 80 famílias são atendidas pelo projeto piloto desenvolvido em parceria com a Tropical Polpa de Frutas. “A empresa âncora fornece as sementes aos produtores e compra o maracujá dos assentados. A Empaer é responsável pela assistência técnica”, explica.

Segundo o secretário Extraordinário de Projetos Estratégicos Renaldo Loffi, para o desenvolvimento específico das lavouras de maracujá a Unemat realiza ainda o trabalho de estudo e pesquisa. O Instituto de Metrologia- IMEC/MT disponibiliza madeira de apreensão para o espaldeiramento do maracujá. Em maio passado, o instituto repassou 20 metros cubos ao assentamento. “Agora, com as articulações do MT Regional, o governo espera conseguir, junto ao Ministério da Integração Nacional, recursos para executar o projeto de irrigação que atenderá as lavouras da região”, diz Loffi .

As mais de 1.500 famílias de pequenos produtores da região de Tangará da Serra contam ainda com o apoio do estado para o desenvolvimento de outra atividade de suma importância para a geração de emprego e renda à população: a produção de leite. Em um trabalho feito pela Seder, 140 doses de sêmen da raça holandesa foram distribuídas para inseminação de animais do rebanho da agricultura familiar. “O melhoramento genético é fundamental para se conseguir a qualidade e o aumento desejado na produção de leite”, explica o superintendente do consórcio Alto do Rio Paraguai, José Benedito Cândido Souza.

A mesma parceria entre Seder e MT Regional foi feita com a angariação e distribuição das sementes de hortaliças para os chacareiros e pequenos produtores dos assentamentos. São eles os responsáveis por uma das maiores feiras do Médio Norte. “Os produtores chegam a ocupar um quarteirão coberto com toda a infra-estrutura necessária e atendem a um público fiel do município e região, todas as quartas e domingos”, completa Benedito Cândido. Ele destaca também as duas patrulhas rodoviárias entregues pelo Governo do Estado àquele consórcio, composto por 15 municípios.

São 5 caminhões basculantes, 2 moto-niveladoras ( patrolas), 1 escavadeira (PC200), 1 caminhão de abastecimento e manutenção, 1 prancha e cavalo e 1 caminhonete de apoio por patrulha. “Durante os três meses de chuva as máquinas trabalharam intensamente nas estradas de modo a permitir o escoamento da produção de grãos da região do Chapadão”, disse. Em Tangará da Serra o governo fez ainda a recuperação de pontes e bueiros nas MT’s 339, 242, 170 e 160 numa parceria com o município.


Fonte: Governo do Mato Grosso














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r