Bom dia!
19/07
 

Notícias

Voltar
Sábado, 19 de junho de 2010 - 19h22m

Eventos > Feira

DF: tecnologia amplia alcance da programação musical do Brasil Rural Contemporâneo



Brasília/DF

A programação da II Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária – Brasil Rural Contemporâneo, em Brasília/DF, está ganhando uma dimensão maior, pois está sendo transmitida ao vivo pela internet. Basta acessar o hotsite www.mda.gov.br/feira para assistir os shows de cada noite. Neste site são encontrados também vídeos, fotos e matérias que documentam o maior evento de agricultura familiar da América Latina.

Segundo Alessandro Landim, coordenador da área de internet da Assessoria de Comunicação do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), de quarta a sexta-feira cerca de 12 mil pessoas passaram pelas transmissões ao vivo.

Uma atração a mais é o tweetter, que entra no telão nos intervalos dos shows. Ali aparecem textos e fotos das pessoas que estão referenciando naquele momento o Brasil Rural Contemporâneo. “Tô famoso. Meu tweet apareceu no telão no show do Paulinho da Viola na Feira do MDA”, escreveu Diogo de León/@sorrisoamarelo.

O som que ainda vai rolar
No sábado, às 20 horas no Palco Multicultural, a banda paraibana Cabruera abre os trabalhos misturando o cancioneiro popular nordestino com influências de mestres do instrumental como Egberto Gismonti e Sivuca. O convidado é o cantor e compositor paraibano Totonho.

Às 21h30m, é a vez de Frank Jorge, Wander Wildner e Júlio Rey, que trazem a força do rock gaúcho de raiz, com acentos folk e pop. Para este show, eles convidaram Gilberto Monteiro, uma das representações mais autênticas da música dos pampas.

Às 23h30m, o pernambucano Alceu Valença ataca de xotes, maracatus, baiões, xaxados, cocos, emboladas e apresenta sucessos como “Táxi lunar” e “Tropicana”. A sanfona dialoga com guitarras num forró arretado.

Em seguida, o DJ pernambucano Jam da Silva encerra a festa.

No domingo às 18 horas, depois do jogo do Brasil, Armandinho, Dodô e Osmar comemoram os 60 anos da invenção do trio elétrico. A guitarra baiana vai cantar e promete fazer todo mundo dançar. Frevo, samba, choro e rock e sucessos como “Pombo correio”.

Na sequência, o DJ Mam, do Rio de Janeiro.


Fonte: MDA














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r