Boa tarde!
15/12
 

Notícias

Voltar
Segunda-feira, 21 de junho de 2010 - 14h05m

Eventos > Exposição

MG: Expocafé 2010 supera expectativas e se consolida como palco de negócios



Três Pontas/MG

A Expocafé 2010, realizada de 15 a 18 de junho, na Fazenda Experimental da Epamig em Três Pontas, no Sul de Minas, superou as expectativas da Empresa, que, pela primeira vez, esteve à frente do evento.

Considerada a maior feira nacional do agronegócio café, a Expocafé se consolidou como palco de negócios e de difusão de tecnologias, inovando com a inclusão do Simpósio de Mecanização da Lavoura Cafeeira, que reuniu 300 pessoas, vindas de diferentes regiões de Minas Gerais e também de fora do Estado.

Outro fator do sucesso foi a atenção especial dada às dinâmicas de campo, que nesta edição reuniram cerca de mil produtores e técnicos da cafeicultura. “Essa é uma forma de realizar uma feira dinâmica e não apenas uma exposição estática”, destaca o responsável pelos trabalhos e pesquisador da Epamig, Clenderson Corradi Gonçalves. “Foi uma oportunidade de avaliar o desempenho dos equipamentos em condições reais de operação”, completou Gonçalves.

O sistema inovador de credenciamento, por onde passaram todos os visitantes, e que vai permitir que a organização conheça o perfil exato das pessoas que frequentaram a feira, contribuiu para a organização e segurança, recebendo elogios de expositores e visitantes. “Logo que cheguei e vi a estrutura de credenciamento vi que a feira se profissionalizou”, afirmou o cafeicultor Antônio de Paula Urbano.

Pelo sistema e-commerce o expositor teve acesso não só à compra, mas pôde fazer todas as solicitações necessárias, como pontos de água e luz. “Tivemos respostas positivas do expositor, que sentiu uma mudança muito grande com relação à organização”, informa o coordenador da feira, Mairon Mesquita, acrescentando que a realização da abertura oficial no período noturno, que foi também uma novidade, deu certo.

Volume de negócios

O desempenho da rodada de negócios do Sebrae superou o do ano passado, quando o volume de negócios realizados foi de cerca de R$ 15 milhões. Na edição deste ano, os negócios ultrapassaram R$ 20 milhões, segundo cálculos do coordenador técnico e comercial da Cooperativa Central de Cafeicultores e Agropecuarista de Minas Gerais (Coccamig), Rafael Siqueira.

O Sebrae-MG participou pelo quarto ano consecutivo da Expocafé, junto com a Coccamig, da qual fazem parte 15 cooperativas das regiões mineiras Sul, Triângulo e Zona da Mata. O Sebrae atua fazendo a identificação dos fornecedores que participam da rodada de negócios.

Clínica tecnológica
Especialistas em pragas e doenças do cafeeiro atenderam cafeicultores e técnicos na Clínica Tecnológica da Epamig durante toda a Expocafé. No espaço, anexo ao estande da Empresa, os produtores puderam tirar dúvidas, fazer questionamentos e apresentar demandas de pesquisa. Para auxiliar no atendimento, os pesquisadores montaram infraestrutura com coleção de insetos, banners informativos, microscópios, lupas com monitores onde os insetos poderão ser observados vivos nas plantas, fotografias e vídeos. Os produtores receberam circulares técnicas, além de cartilhas com recomendações e previsão de infestação.

Segundo o pesquisador da Epamig, Júlio César de Souza, foram orientados na clínica cafeicultores produtores de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Bahia e Paraná. “Pudemos dar uma atenção diferenciada para os produtores. Tiramos dúvidas específicas de cada lavoura que muitas vezes elimina um prejuízo futuro. Eu tenho certeza que, a partir desta experiência inovadora deste ano, na próxima edição, em 2011, as clínicas serão um sucesso total”, avalia Souza.

Para o cafeicultor de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha, Pedro Lima, a clínica serviu para buscar alternativas de controle da mosca de raiz em sua lavoura de café arábica. “Tenho a Epamig como referência para conduzir melhor minha lavoura de café”, contou.

Para Mesquita, a edição de 2011 promete ser ainda melhor: “hoje vemos os pontos positivos e outros que precisam ser mudados. Vamos trabalhar para manter as boas coisas e melhorar o que precisa ser alterado”, disse. De acordo com ele, a criação de Parque Tecnológico do Café, anunciado pelo presidente da Epamig, Baldonedo Arthur Napoleão, durante a abertura do evento, vai favorecer ainda mais a realização do evento e a estrutura do local.

Segundo o presidente da Epamig, “com a implantação do Parque Tecnológico do Café na Fazenda Experimental de Três Pontas, ofereceremos melhores condições para que a revolução que a Expocafé começou a fazer na mecanização da cafeicultura do Sul de Minas possa alcançar patamares maiores ainda, pois o café é um gigante e nós temos que tratar um gigante com ideias gigantes”, concluiu.


Fonte: Epamig














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r