Boa noite!
19/07
 

Notícias

Voltar
Quinta-feira, 24 de junho de 2010 - 08h53m

Leilões > Bovinos

MS: criadores de Santa Gertrudis promovem leilão em Paranaíba no dia 5 de julho



Paranaíba/MS

Em pouco tempo de produção com a raça Santa Gertrudis, os resultados já podem ser obtidos com sucesso na Fazenda Estrela da Mata, localizada no Distrito Alto Santana, em Paranaíba (MS). O proprietário Marcos Faustino Dias, que é criador de matrizes da raça Santa Gertrudis há cerca de dois anos. O foco é a produção e acasalamento com Nelore em busca de precocidade, a característica principal nos resultados deste cruzamento. "Esse é o diferencial do Santa Gertrudis, afirma.

Um dos benefícios desse cruzamento é a produção de animais para abates em frigorífico, com animais de boa carcaça. "Pretendemos aumentar o plantel de fêmeas e, principalmente, manter o cruzamento com touros Nelore, garantindo cada vez mais animais precoces". A Fazenda Estrela da Mata é um patrimônio da família e Faustino trabalha com pecuária há mais de 30 anos. O foco da produção da Fazenda é cria, recria e engorda, com um plantel de gado registrado da raça Santa Gertrudis.

O mercado está altamente rentável para a comercialização de Santa Gertrudis na região. Atualmente, os leilões de Santa Gertrudis em Paranaíba são tradicionais, o que valoriza a raça. "Escolhemos o Santa Gertrudis, pois além de alavancar sua produção no mercado, temos preferência pela qualidade do animal".

A Expopar é o local para comercialização dos produtores. "A nossa expectativa é muito boa para a Feira este ano, pois a criação está sendo remunerada como planejamos. Será uma feira muito favorável aos produtores", destaca o criador.

Leilão em Paranaíba
Acontecerá no próximo dia 05 de julho o Leilão da raça Santa Gertrudis em Paranaíba, no Parque de Exposições Daniel Martins Ferreira, a partir das 19h. Serão ofertados 30 touros puros e 10 fêmeas puras, além de cruzamentos industriais de outras raças com Santa Gertrudis. Para a exposição, estarão expostos 40 animais que participarão do julgamento da raça também no dia 05, a partir das 9h.

Mais informações sobre a raça Santa Gertrudis podem ser obtidas junto à Associação Brasileira de Santa Gertrudis através do telefone (11) 3673-2322 e (11) 3673-2322.

Fazenda Pantano garante cruzamento com Santa Gertrudis
As vantagens do cruzamento com animais Santa Gertrudis estão, principalmente, na diversidade de seu uso através de touros ou ainda via inseminação artificial, com diversas opções de cruzamento, dependendo da região a ser utilizada. Nas regiões Centro-Oeste, Sudeste, Norte e Nordeste, a principal utilização dos animais se dá em cruzamento sobre matrizes azebuadas ou ainda sobre matrizes F1 de animais zebuínos e europeus, obtendo os animais chamados Tricross, o que promove alta heterose.

Um grande exemplo desse cruzamento acontece na Fazenda Pantano, em Ribas do Rio Pardo (MS), que trabalha com Santa Gertrudis e vacas Nelore e ainda com cruzamento Nelore x Hereford. "O resultado é excelente nos dois cruzamentos. A Fazenda também trabalha no cruzamento absorvente para produzir seu rebanho puro", ressalta o veterinário Thiago Amstalden, gerente de pecuária.

Ele reconhece que a base do plantel nacional é Nelore, entretanto, acredita que precisa buscar animais de muita funcionalidade e alta conversão alimentar, o que é resultado de cruzamentos industriais, utilizando animais com sangue europeu, como é o caso do Santa Gertrudis. "Esse é o diferencial de touros a campo. Se o produtor fizer a conta de quanto ele consome e de quanto ele produz por hectare, o resultado será muito superior. Será o futuro da produção de animais em cruzamento e não teremos mais volta", destaca.

Cruzamento de sucesso em Santa Rita do Pardo
A Fazenda São Judas Tadeu, localizada em Santa Rita do Pardo (MS), possui o sistema de cria, recria e engorda dos animais em regime exclusivo de pastagem e suplementação mineral. A diretoria técnica da Associação Brasileira de Santa Gertrudis visitou a propriedade e constatou o excelente trabalho que está sendo realizado com 200 touros da raça Santa Gertrudis nos lotes de vacas Nelore, realizando cruzamento industrial com alta eficiência na produção. Quem acompanhou a equipe foi o gerente Antonio de Oliveira.

Hoje, a Fazenda trabalha com duas cruzas diretas de Santa Gertrudis e obtém os produtos ¾ após a volta com touro Nelore, com o abate de todos os animais após esse cruzamento. Além desse trabalho, cerca de 500 fêmeas ½ sangue e ¾ de sangue foram registradas e seguem no processo de cruzamento absorvente para obtenção dos animais puros Santa Gertrudis, com o objetivo na produção de touros, que eram levados de outros criatórios do País.

O que mais impressionou a equipe técnica da ABSG foi o lote de novilhas ½ sangue paridas de bezerros ¾ Santa Gertrudis. "Um show, são animais rústicos e de pelos curtos", afirma o superintendente adjunto de melhoramento genético, Anderson Fernandes. Distante 25 quilômetros da sede estão os lotes de engorda da Fazenda.

Dentre eles, dois estavam praticamente prontos para o abate, com aproximadamente 500 kg, um de Nelore e outro de cruzamento de Santa Gertrudis com Nelore. A principal diferença entre eles é que os animais do lote de cruzamento industrial com Santa Gertrudis eram 10 meses mais novos. Com isso, podemos demonstrar as vantagens da raça para a atividade pecuária.


Fonte: Associação Brasileira de Santa Gertrudis














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r