Boa tarde!
17/07
 

Notícias

Voltar
Domingo, 27 de junho de 2010 - 18h46m

Cursos > Água

CE: curso vai formar multiplicadores na metodologia “Vigilantes da Água”



Fortaleza/CE

Capacitar técnicos, gestores e agentes comunitários de saúde como multiplicadores em monitoramento participativo comunitário da qualidade da água. Este é o objetivo do curso que ocorre no período de 29 de junho a 1º de julho, das 8h às 16h30, na sede da Embrapa Agroindústria Tropical.

De acordo com o analista da Embrapa Agroindústria Tropical, Ênio Girão, serão capacitadas em torno de 60 pessoas, visando a implementação deste modelo de monitoramento no Programa de Cisternas de Placas, da Secretaria de Desenvolvimento Agrário. A programação vai contar com palestras sobre componentes das cisternas de placas e os cuidados com a captação, manutenção e limpeza.

Também será apresentado o modelo de monitoramento participativo comunitário da qualidade da água, bem como o programa de vigilância em saúde ambiental relacionada à qualidade da água para consumo humano. Na programação, também está prevista uma atividade prática – coleta de amostras de água utilizando os kits de monitoramento – no Açude Santo Anastácio, localizado no Campus do Pici da Universidade Federal do Ceará. Participam palestrantes da Secretaria da Saúde, Secretaria do Desenvolvimento Agrário, Universidade Federal do Ceará e do Fundo Cristão

Projeto
O Programa Vigilantes da Água é inspirado no Projeto Global Water Watch (GWW), desenvolvido na Universidade de Auburn (Alabama/EUA). O objetivo é monitorar a qualidade da água de consumo humano, baseado na capacitação e formação de agentes ambientais das próprias comunidades.

O trabalho dos grupos consiste no monitoramento das fontes de água, aplicando princípios de educação ambiental e técnicas didáticas de análise da qualidade da água, que permitem a obtenção de informações sobre possíveis problemas de poluição e degradação de fontes de água que abastecem a comunidade. Para a análise da água, são fornecidos kits de monitoramento certificados pelo projeto GWW, em que são avaliados coliformes fecais na água de consumo humano.

O objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade de vida, a sustentabilidade, o despertar da consciência crítica e a organização social de pequenas comunidades, por meio da gestão comunitária das condições ambientais que refletem na qualidade das fontes hídricas.

O projeto Vigilantes da Água foi iniciado em 2006 no Ceará e já conta com 800 famílias beneficiadas. Desde o início do projeto no estado, já foram treinados 320 voluntários. Os 15 municípios contemplados são Maranguape, Itapiúna, Ibicuitinga, Jaguaretama, Lavras da Mangabeira, Barreira, Quixeramobim, Morada Nova, Potiretama, Caucaia, Uruburetama, General Sampaio, Paraipaba, Forquilha e Tauá .


Fonte: Embrapa Agroindústria Tropical














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r