Boa tarde!
17/07
 

Notícias

Voltar
Segunda-feira, 28 de junho de 2010 - 17h41m

Eventos > Reunião

DF: Embrapa e instituição do Reino Unido reforçam cooperação técnico-científica



Embrapa Agroenergia e DGP abrem edital para capacitação no Reino Unido.


Brasília/DF

O vice-presidente do Conselho de Pesquisa em Ciências Biológicas de Biotecnologia do Reino Unido, Steve Visscher reuniu-se na última terça-feira (22), com representantes da Embrapa visando avaliar a oportunidade de cooperação com instituições brasileiras, nas diversas linhas de atuação da Empresa.

Pela manhã, foi realizado workshop “Reino Unido-Brasil: colaboração em agricultura”, no Itamaraty entre as duas instituições. Na ocasião, a Embrapa apresentou os principais resultados de trabalho que a empresa desenvolve em parceria com o Reino Unido e futuras possibilidades de cooperação. Um dos trabalhos apresentados foi o de biocombustíveis de 2ª geração, pelo Chefe de Pesquisa da Embrapa Agroenergia, Esdras Sundfeld.

Na ocasião, também foi assinado, pelos representantes legais das instituições o projeto Semiostrat: Semiochemical Strategies (Estratégias com semioquímicos) que será executado entre a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia e o Rothamsted Research Institute. Com o Semiostrat, serão desenvolvidas pesquisas científicas com semioquímicos visando o manejo integrado de pragas em produção agrícola no mundo. O Diretor Executivo da Embrapa, Kepler Euclides Filho, durante o ato de assinatura reafirmou o interesse da empresa em intensificar as pesquisas científicas e tecnológicas com o Reino Unido, mensionando os bons resultados do Labex Reino Unido.

À tarde, na Embrapa, houve outra reunião, com a participação de representantes da Secretaria de Relações Internacionais, da Embrapa Agroenergia, do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento e da instituição inglesa, visando analise detalhada do Projeto “Inglaterra-Brasil: pesquisa com biocombustíveis de segunda geração”, em que analistas e pesquisadores brasileiros podem desenvolver pesquisas durante 6 meses em laboratórios do Reino Unido. Steve Visscher demonstrou interesse em envolver agências de financiamento, como o CNPq e a Capes, de modo a ampliar a parceria e permitir a participação de outras instituições científicas brasileiras.

No Projeto as instituições britânicas Rothamsted Research, University of Cambridge, University of Nottingham, University of York, University of Dundee e Imperial College of London, entre outras, asseguram as condições materiais (infra-estrutura, materiais de consumo, serviços, entre outros) para execução de pesquisas de interesse de ambos os países. De acordo com Esdras Sundfeld, a Embrapa e as instituições parceiras do SNPA se comprometem, em contrapartida, a custear os salários e encargos dos especialistas que irão participar do projeto.

Oportunidade no Exterior
A Embrapa Agroenergia e o DGP abriram edital para aperfeiçoamento de curta duração no exterior em biocombustíveis no Projeto mencionado. Podem participar analistas e pesquisadores da Embrapa e de instituições que, em 2010, são parceiras da empresa ou tem contrato para execução de pesquisa. Daniela Morandi, da Coordenadoria de Apoio e Desenvolvimento e Educação do DGP, alerta que, devido ao prazo para retorno dos participantes do Reino Unido, esse é o terceiro e último edital, cujas inscrições se encerram na sexta-feira, 02 de julho. “Esse intercâmbio estimula a promoção e a construção de uma rede e ampliação dos trabalhos de cooperação técnica em pesquisa e desenvolvimento entre o Reino Unido e Brasil sobre biocombustíveis de segunda geração. Essa é uma excelente oportunidade de colaboração em pesquisa científica”, destaca Esdras Sundfeld.


Para mais informações sobre o edital acessar www.cnpae.embrapa.br ou entrar em contato com o supervisor da Gestão de Pessoas da Embrapa Agroenergia, Luiz Carlos Rodriguez pelo telefone 61 – 3448-1582.

Benefícios
Adicionalmente à remuneração e aos benefícios como empregado da Embrapa ou de instituições do SNPA, o participante terá direito a passagens de ida e volta; seguro de viagem; e bolsa mensal no valor de £1300 (mil e trezentas libras esterlinas), pagos com recursos do projeto financiado pelo Reino Unido.


Fonte: Embrapa Agroenergia














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r