Bom dia!
17/12
 

Notícias

Voltar
Terça-feira, 29 de junho de 2010 - 14h22m

Cursos > Outros

MT: técnicos da região de Alta Floresta são capacitados para melhor atender os produtores rurais



Alta Floresta/MT

Técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) da região de Alta Floresta (803 km ao Norte de Cuiabá), participam do curso de elaboração de relatórios e atualização em crédito rural – atividade 8.5 do Projeto de Ater do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O coordenador de Ater da Empaer, Sérgio Mazeto, diz que é importante informar sobre novos procedimentos online, em especial sobre a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), plano safra, noções básicas sobre o uso de GPS e outros.

O curso aborda o planejamento regional e orientações sobre processos administrativos e financeiros, instruções para utilização do Pro-Rel, metodologia do Projeto Vida Nova e atualização em interpretação de análise de solos. Conforme Mazeto, a tendência para este ano é aumentar o número de produtores em função da assinatura do Termo de Cooperação Técnica para regularização ambiental dos assentamentos entre o Governo do Estado de Mato Grosso, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Este trabalho tem como objetivo capacitar técnicos no atendimento aos produtores rurais. Mazeto, que aborda em sua palestra o crédito rural, ressalta que o governo federal disponibilizou para esta safra o montante de R$ 2,3 bilhões para as linhas de crédito, custeio e investimentos. A aplicação dos recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), na safra 2009/2010, já beneficiou 5.130 produtores rurais, com financiamentos na ordem de R$ 95 milhões.

O Projeto Vida Nova é muito utilizado pela empresa e foi implantado desde 2004. É um novo processo metodológico que contempla os modelos de assentamento, Reforma Agrária e comunidades rurais tradicionais, apoiando a agricultura familiar, associativismo/cooperativismo, com ações de planejamento, pesquisa, extensão rural, assistência técnica e capacitação. Implementado em três fases de execução: segurança alimentar, sustentação econômica e por último, auto gestão dos negócios.

O Projeto vem sendo desenvolvido em parceria com o MDA/Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O Projeto já foi implantado em 55 municípios do Estado, atendendo 2.450 agricultores familiares.

O treinamento começou no dia 21.06, no município de Sinop (500 km ao Norte da Capital) com encerramento previsto no dia 01.07, no município de Alta Floresta. O evento conta com a participação de 80 técnicos. O curso está sendo ministrado pela coordenadora do Projeto de Ater/MDA, Denise Gutterres, os engenheiros agrônomos, Benito França Lopes, Márcio Gaio, Aylson José Vial, Ana Sales, supervisor regional de Alta Floresta, Isaías Ribeiro de Oliveira e a assessora da diretoria de pesquisa, Márcia Fontes Toledo.


Fonte: Governo do Mato Grosso














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r