Bom dia!
13/12
 

Notícias

Voltar
Terça-feira, 29 de junho de 2010 - 14h55m

Agronegócio > Exportação

SP: Brasil exporta mais produtos do amendoim



São Paulo/SP

Os fabricantes de produtos industrializados a base de amendoim já estão contabilizando os bons resultados garantidos pelo ano de 2010. No ano passado a receita de exportação do setor, que faturou R$ 1,3 bilhão, chegou a US$ 86 milhões. Este ano, o setor estima que as vendas externas saltem para US$ 107 milhões, representando um crescimento superior a 25%.

A previsão é da Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab). Os produtos brasileiros mais valorizados no mundo são o pé-de-moleque, paçoca, amendoins temperados e confeitados, sendo que os dois primeiros, campeões de vendas no Brasil, estão sendo consumidos em ritmo crescente na América Latina e no Japão, principais destinos das exportações do setor. Os países árabes já importam o produto brasileiro, mas ainda em pequenas quantidades.

A Copa do Mundo é apontada como estímulo para o aumento das vendas do setor. Enquanto a bola rola no gramado, os torcedores consomem mais. Somente as vendas de doces e aperitivos salgados à base de amendoim durante os meses de maio, junho e julho representam 28% do faturamento total das indústrias do setor durante o ano.

Com os jogos e comemorações da Copa do Mundo, a movimentação no mercado de snacks salgados é maior e impulsiona ainda mais as vendas no período. Por isso, estima-se para este ano um aumento de vendas 50% em relação ao mesmo período de 2009. Para atender a essa demanda, a produção das indústrias para o período será 60% de snacks de amendoim e 40% de doces à base da oleaginosa. Considerando esses fatores, aliados à volta do crescimento da economia brasileira, o acréscimo esperado é de 20% em relação ao consumo do ano passado.

“O amendoim é um dos snacks preferidos no Brasil quando se trata de eventos festivos, principalmente a Copa do Mundo de futebol, além de ser um produto acessível a todas as classes sociais”, afirma Renato Fechino, vice-presidente do setor de amendoim da ABICAB.

Tantos números positivos também resultam em geração de empregos. Se em 2009 foram criados 1 mil novos postos de trabalho, a expectativa para 2010 é a criação de 1.500 novas vagas, totalizando 17.500 empregos no setor. Apenas na indústria devem ser criados mais de 2.500 postos temporários, além do varejo, que também deve demandar mais de 500 temporários durante eventos como a Copa e as festas juninas Brasil afora.


Fonte: Agência de Notícias Brasil-Árabe














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r