Bom dia!
11/12
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 30 de junho de 2010 - 10h21m

Eventos > Dia de Campo

MT: Instituto Ação Verde promove Dia de Campo em Bonsucesso



O Projeto Verde Rio está conscientizando a população para preservar as margens do rio Cuiabá.


Cuiabá/MT

No último sábado (26), o Instituto Ação Verde realizou na “Escola Municipal de Educação Básica Maria Barbosa Martins” o Dia de Campo que contou com a presença de cerca de 30 moradores ribeirinhos da comunidade de Bonsucesso. O evento teve a finalidade de mostrar aos ribeirinhos a importância de se preservar as matas ciliares do rio Cuiabá, por meio de palestras e visitas in loco nas Áreas de Preservação Permanente (APP).

A palestra começou com a explicação do Projeto Verde Rio, a sua história e formação. A orientação foi dada pelo engenheiro florestal e superintendente do Instituto Ação Verde, Paulo Henrique Sempio Borges, que estava acompanhado da engenheira ambiental Ariane Bez Birolo e o técnico agrícola Anderson Wagner. Os profissionais apresentaram o programa de adequação para os moradores que ficam as margens do rio Cuiabá, fruto de um acordo entre o Instituto, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e o Ministério Público.

Para o rui Cuiabá a Área de Preservação Permanente (APP) é de 100 metros e não pode haver nenhuma construção. No entanto, a Resolução 389/06 do Conama permite que os moradores que possuem casa e outras estruturas nessas áreas continuem no local. A proposta de adequação é recuperar as margens do rio, onde cada morador terá um laudo diferente, mas a proposta é a mesma. Cada morador será responsável pela sua área.

De acordo com uma das moradoras da comunidade de Bonsucesso, Lacir Aparecida da Silva, a proposta é interessante. “É hora de pegar a oportunidade e adequar todo mundo. Se precisar de ajuda e apoio podem contar com nós. Nós não sabíamos dessa iniciativa, mas ficamos muito contentes” diz a moradora empolgada com o projeto.

Já para o morador Carlos Francisco de Oliveira, o Instituto está fazendo um ótimo trabalho. “Vocês estão certo, conscientizar as pessoas para a preservação. Se nós fazemos alguma coisa errada, não é de forma dolosa, pois não conhecemos a lei. Pensamos que não poderia desmatar as margens do rio, mas vimos que tem que ter uma distância certa para isso”, diz o morador que está consciente da situação.

A recepção dos moradores com o projeto foi animadora. “A visita do Instituto Ação Verde foi muito proveitosa, os moradores estão empolgados e, dessa maneira, o trabalho de cadastramento será de forma positiva”, argumentou o superintendente da entidade.


Fonte: Insituto Ação Verde














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r