Bom dia!
18/07
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 30 de junho de 2010 - 13h46m

Eventos > Outros

RS: tarde de campo em Passo Fundo mostra viabilidade da irrigação para agricultura familiar



Passo Fundo/RS

“Hoje estamos comemorando resultados do que foi implementado na área de Irrigação no Estado. Tudo iniciou ainda em 2006, quando a governadora Yeda Crusius colocou a irrigação como proposta, visando diminuir os problemas que a seca causava aos agricultores. Foram mais de 30 mil agricultores capacitados, mais de 5 mil projetos elaborados no Rio Grande do Sul, sendo 878 só na região”, disse a presidenta da Emater/RS, Águeda Marcéi Mezomo, durante a abertura da Tarde de Campo sobre Açudagem e Irrigação, realizada ontem (29), em Passo Fundo.

Segundo a presidenta, a agricultura está gerando novas forças de trabalho e permitindo a presença e a inserção dos jovens. “A irrigação permite um resultado efetivo em qualidade e em quantidade, oportunizando maior rentabilidade. É isso que a família rural precisa no seu dia-a-dia e que permite a permanência do jovem no campo”, explicou Águeda.

A Tarde de Campo foi realizada na propriedade de João Kurtz Amantino. O produtor mostrou-se satisfeito com a construção do novo açude, que somado a um projeto antigo, possibilitará irrigar de 25 a 30 hectares de pastagens. Segundo ele, atualmente está irrigando 5% da área destinada à produção leiteira, mas como o novo projeto, 30 a 40% da área vai estar assegurada nos períodos de estiagem. Hoje, são 150 animais em lactação e uma produção média diária de 3.500 litros de leite.

“Em meus 67 anos nunca vi um programa tão fantástico, que permite ao produtor produzir mais e melhor, para que ele se torne realmente sustentável no campo. Esse programa vai inundar o Estado não só de água, mas também de riquezas, porque tudo isso vai voltar sob a forma de tributos”, visualizou Amantino.

De acordo com o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Oriberto Adami, na região administrativa da Emater/RS-Ascar Passo Fundo, foram realizados 878 projetos. “Duzentos açudes já estão prontos. Aqui em Passo Fundo são 38 projetos e, em breve, as máquinas estarão trabalhando também nos municípios de Marau, Ernestina, Tapejara e Ibiaçá. Acreditamos que em 60 dias, praticamente todos os açudes estarão concluídos ou em construção”, disse. Segundo Adami, a próxima fase é de 150 projetos de equipamentos de irrigação para a região. Na região o foco é irrigação de pastagens, visando a produção de leite.

Em uma das estações foi apresentado o tema de açudagem pelos agrônomos da Emater/RS-Ascar, Ivan Guarienti e Mauro Morello. Eles abordaram a construção, captação, armazenagem e distribuição da água. “Estamos mostrando um açude tecnicamente bem feito e ecologicamente correto e que vai servir para irrigar 20 ha de pastagens. Isso será benéfico para o produtor que poderá ter uma estabilidade na produção leiteira durante todo o ano, para a indústria que terá a garantia de recebimento do produto e, consequentemente, para toda a sociedade”, avalia Guarienti.

Na outra estação, os agrônomos da Emater/RS-Ascar, Adriano Nunes de Almeida e Alessandro Davesac, mostraram os diferentes tipos de irrigação: por aspersão, por inundação e por gotejamento, com enfoque para o sistema de aspersão em malha, normalmente utilizado para pastagens. Além disso, eles salientaram a importância de um projeto para verificar o melhor sistema e a melhor forma de instalação, observando topografia, diferença de nível, tipo de solo, entre outros elementos.

Conforme o assistente técnico estadual de Irrigação, José Enoir Daniel, até agora os projetos foram de microaçudes e de cisternas, visando armazenar água. “A próxima fase é de realizar os projetos para irrigação. Estamos com 53 técnicos capacitados para elaborar esses projetos. Temos o prazo de dois meses para entregar 600 projetos para a Secretaria da Irrigação”, explicou Daniel. Segundo ele haverá possibilidade de recursos para implementação e para equipamentos.

O evento reuniu cerca de 400 pessoas, entre técnicos e produtores, além de diversas lideranças. Essa ação foi possível graças ao Programa Estadual de Irrigação (Pró-Irrigação/RS), coordenado pela Secretaria Extraordinária da Irrigação e Usos Múltiplos da Água e executado pela Emater/RS-Ascar.


Fonte: Emater/RS














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r