Boa tarde!
23/07
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 30 de junho de 2010 - 19h07m

Eventos > Seminário

RS: seminário da Cooplantio destaca papel do Brasil na produção mundial de alimentos



Imagens

Foto: Nabor Goulart



Gramado/RS

O 25° Seminário Cooplantio iniciou nesta quarta-feira (30) em Gramado, na serra gaúcha, com o painel "Agrossustentabilidade e Liderança Mundial" – que é o tema do evento este ano. Luiz Antonio Pinazza, diretor da Associação Brasileira de Agribusiness (ABAG), afirmou que o Brasil, em conjunto com os Estados Unidos, tem um papel preponderante na produção de alimentos, pois faz parte de um seleto grupo de países com fronteiras agrícolas ainda disponíveis. “Enquanto as áreas agricultáveis estão reduzindo no mundo, estes dois países possuem espaço para plantar”, explica.

O painelista destacou que a demanda global por alimentos vai continuar crescendo e a população, cada vez mais urbana, vai precisar comprá-los. O palestrante ressaltou ainda a importância do agronegócio na economia brasileira, “que há anos garante o superávit da balança comercial e mantém a inflação sobre controle”.

Ricardo Justos de Brito, assessor técnico sênior da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), criticou a legislação ambiental brasileira, dizendo que a mesma impede o Brasil de se tornar um gigante na produção de alimentos. “Levando-se em consideração as leis vigentes, 90% dos produtores rurais não as cumprem”, lamenta, acrescentando que isto também dificulta a certificação, tão importante para exportar para países desenvolvidos.

Outro destaque do primeiro dia de Seminário – que se estende até sexta-feira (02) - foi a palestra "Admirável Brasil Novo: Assumindo a Liderança do Agronegócio Mundial", ministrada por Ricardo Amorim, economista e apresentador do programa Manhattan Connection da GNT. Para ele, o eixo de riscos e oportunidades mudou. “Atualmente, as nações em desenvolvimento têm um cenário mais promissor do que as desenvolvidas”, pondera.

Segundo Amorim, não é por acaso que empresas americanas e européias estão sendo compradas por brasileiras. “Quem tem espaço para plantar, sai ganhando”, acredita, acrescentando que isto ajuda a explicar a força atual da economia brasileira. “Não há crise global, o que existe é uma mudança do centro de gravidade do mundo”, finaliza.

Ao comemorar 20 anos de atividades, a Cooplantio também celebra os 25 anos do Seminário (no início o evento era promovido pelo Clube do Plantio Direto) fomentando as novas unidades de negócios: Alimentos, Produção Animal e Máquinas Agrícolas.


Fonte: Cooplantio














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r