Bom dia!
16/07
 

Notícias

Voltar
Quinta-feira, 01 de julho de 2010 - 07h34m

Animais > Bovinos

MT: abate de bovinos no Estado cresce acima da média nacional



Cuiabá/MT

Os abates de bovinos em Mato Grosso fecharam o primeiro trimestre de 2010 com aumento de 13% em relação ao verificado em igual período do ano passado. De janeiro a março foram abatidas 1.01,77 milhão de animais contra pouco mais de 901,73 mil nos primeiros três meses do ano passado.

Conforme números divulgados ontem pelo IGBE, por meio da pesquisa trimestral, o realizado em Mato Grosso superou o avanço de 9% observado no Brasil. Mato Grosso é mais uma vez líder no volume de abates e com os números do primeiro trimestre o Estado obteve participação de 14,4% sobre o total nacional no período, que foi de 7,07 milhões de cabeças.

Os estados de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, ocupam a segunda e terceira posições, com participação em torno de 12,0% cada um do quantitativo total.

Ainda em nível nacional, o IBGE destaca que se o confronto entre os primeiros trimestres revela expansão, o resultado quando comparado ao trimestre anterior (outubro, novembro e dezembro de 2009) já mostra retração de 5,3%. “Desde 2007 o volume de bovinos abatidos no primeiro trimestre do ano vem diminuindo ano a ano e em 2010 esta sequência foi interrompida. O volume abatido no 1º trimestre de 2010 é similar ao verificado no mesmo período em 2006”, informa nota do IBGE.

O mês de março registrou até o momento o melhor desempenho em volume de abates no país com 2,54 milhões de cabeças. Em Mato Grosso, a evolução é observada mês a mês. Os volumes registrados em janeiro, fevereiro e março superam em pelo menos 10% o realizado nos respectivos meses de 2009.


ANÁLISE

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), mesmo analisando os números referentes ao abate de maio (à frente da análise do IBGE) destaca que o mercado está em evolução e que o saldo deste primeiro semestre deverá estender o bom resultado dos últimos meses.

Na semana passada o Imea teve acesso aos dados do Indea sobre os abates em maio. No último mês foram abatidas 391 mil cabeças em Mato Grosso, apresentando aumento de 4% em relação a abril.

Por mais um mês o acréscimo observado no abate de machos (5%) foi o maior responsável por este incremento, uma vez que 35% do volume total correspondeu ao abate de fêmeas. Com isso, a participação anual das fêmeas foi para 37% mantendo-se no mesmo ritmo visto em 2008 (38%) e 2009 (36%).

Este ritmo lento da participação das fêmeas no abate total do Estado pode ser explicado pelo bom momento do mercado de reposição. No acumulado do ano os abates totais chegaram à marca de 1,88 milhão de cabeças, obtendo incremento de 13% em relação ao mesmo período em 2009 e 2% quando comparado com 2008. Neste sentido, o crescimento do abate anual reflete provocou o aquecimento do mercado de reposição e a evolução das exportações são fatores que demonstram a recuperação do setor no ano.

Marianna Peres


Fonte: Diário de Cuiabá














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r