Boa noite!
16/08
 

Notícias

Voltar
Quinta-feira, 01 de julho de 2010 - 14h55m

Eventos > Outros

GO: vazio sanitário da soja em Goiás começa hoje



Goiânia/GO

Começa hoje (1º), o período de vazio sanitário da soja em Goiás. O vazio tem por objetivo eliminar os resquícios do último plantio de soja nas propriedades e assim evitar a infestação da ferrugem asiática e do mofo branco. Em Goiás, o vazio vai até 30 de setembro.

A expectativa dos especialistas é de que este ano, os produtores realmente cumpram o período de vazio para que haja tantas ocorrências como em 2009. Goiás liderou os números em todo o País. Foram registradas pelos órgãos responsáveis pela fiscalização mais de 500 ocorrências de ferrugem.

Neste ano foram feitas várias reuniões com representantes das defesas sanitárias dos Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Tocantins, Pará e Minas Gerais, na tentativa de uniformizar o calendário do vazio. Com essa medida o risco de proliferação da ferrugem tendia a diminuir.

Defesas Sanitárias dos Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Distrito Federal e Bahia, para discutir saídas para o controle da ferrugem asiática, que atinge as lavouras de soja. Ficou para 2011, a uniformização do calendário entre os Estados produtores de soja.

Ficou decidido que devido o adiantado da hora, não seria possível uniformizar o calendário de vazio para este ano, pois não daria tempo de avisar os produtores. Outro motivo é que os pesquisadores não recomendam mudanças na data de plantio. Devido a esses pontos, as datas permanecerão como no ano passado em todos os Estados. Os representantes estaduais acordaram que a partir deste ano, todos deverão buscar aprimorar as ferramentas de controle da ferrugem, para que seja mais eficientes e mais baratas.

Segundo os pesquisadores há variedade de fungos resistentes aos fungicidas mais comuns no mercado, devido a isso as ocorrências devem ser comunicadas as defesas sanitárias o mais rápido possível. Outro ponto relevante discutido na reunião, é que a ferrugem só ataca lavouras a partir do Centro-Oeste, nas regiões Sul e parte do Sudeste, a doença não se prolifera devido ao frio.

Os representantes estaduais também acordaram que as reuniões dos grupos deverão ser realizadas ao menos uma vez por ano, para rever os dados de infecção e decidir as próximas estratégias conjuntas de ataque. Também será discutido nos próximos encontros, o plantio de soja para produção de semente em área irrigadas durante a safrinha.


Fonte: Faeg














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r