Bom dia!
22/07
 

Notícias

Voltar
Segunda-feira, 05 de julho de 2010 - 17h29m

Eventos > Outros

China: Unesp e universidade chinesa vão assinar convênio com enfoque em horticultura



China

No dia 9 de julho, o reitor da Unesp, professor Herman Cornelis Jacobus Voorwald estará na China para a assinatura de um convênio com a Shangai Jiao Tong University. A cerimônia acontecerá na abertura do Top China 2010, programa que promove a mobilidade internacional de estudantes e professores brasileiros para cursos de verão na universidade chinesa, patrocinado pelo Banco Santander.

No Top China 2009, uma equipe de 50 pessoas, entre professores e alunos de dez universidades brasileiras participou de um curso de verão em Xangai. Presente ao evento como um dos representantes da Unesp, o professor Lin Chau Ming, do Departamento de Produção Vegetal da Faculdade de Ciências Agronômicas, câmpus de Botucatu, articulou juntamente com a professora Danfeng Huang, diretora do Centro de Treinamento em Agricultura e Biologia da Shangai Jiao Tong University, a realização do convênio entre as duas instituições.

O convênio prevê o intercâmbio entre alunos de graduação e docentes na área de Horticultura. Os temas podem ser ampliados e envolver inclusive estudantes de outras unidades da Unesp. No entanto, num primeiro momento, a produção de hortaliças segue sendo o foco principal da parceria. “A horticultura chinesa utiliza uma produção intensiva, com uso de cultivo protegido e cada metro quadrado é ocupado para produzir alimento”, explica o professor Lin. “Há ainda a questão da poluição, da degradação do meio ambiente que é um problema recorrente na China”.

Assim como no Brasil, no panorama agrícola chinês coexistem a agricultura tecnificada e a produção familiar, com suas características específicas. “A cultura das famílias chinesas ainda está muito ligada ao meio rural. Mesmo quem mora em apartamentos tem seus vasos e canteiros”, diz o professor Lin, ressaltando que há um grande interesse dos chineses pela chamada agricultura urbana. “Há várias tecnologias adaptadas para esse tipo de cultivo, como painéis verticais, cultivos em tubos e outras soluções que utilizam espaços diminutos para produzir alimentos. No Brasil, já existe algo similar, mas eles estão mais avançados”.

A expectativa dos idealizadores do convênio é que vários alunos se interessem pela experiência cultural e acadêmica. As primeiras viagens devem acontecer a partir de 2011. A exigência do convênio é que os alunos participantes sejam fluentes em inglês.

Top China 2010
Além da oficialização do convênio entre Unesp e Shangai Jiao Tong University, outro motivo para a presença do reitor da Unesp no país asiático é que a Universidade assumiu a coordenação acadêmica da edição de 2010 do programa Top China.

Entre 7 e 29 de julho, mais uma delegação de alunos e docentes, dessa vez envolvendo 20 universidades brasileiras, estará na China para cursos de verão com os temas “Sustentabilidade Ambiental”, realizado em Xangai e coordenado pelo professor Lin Chau Ming e “Planejamento Urbano”, realizado em Pequim e coordenado pela professora Renata Magagnin, da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp, câmpus de Bauru.

Além das aulas sobre os temas propostos, a programação inclui visitas técnicas e aulas sobre aspectos culturais como caligrafia chinesa, taichi chuan e idiomas. Também estão previstas visitas aos principais pontos turísticos de Pequim e Xangai.

Top Brasil
No mês de agosto é a vez da realização da etapa brasileira, denominado Top Brasil. A delegação chinesa que visita o país de 5 a 23 de agosto terá 11 professores e 47 alunos da Shangai University.

Assim como no Top China, a sustentabilidade ambiental será o tema principal do curso. A primeira etapa do programa inclui visitas técnicas e um workshop sobre o uso da água em grandes centros urbanos, realizado na capital paulista.

A partir do dia 16 de agosto, o programa será desenvolvido no interior de São Paulo, sob a coordenação do professor Lin Chau Ming. As aulas acontecerão na Unicamp, na Esalq/USP e na Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, em Botucatu. Também está programada uma visita técnica em usinas de cana-de-açúcar na região de Barra Bonita.

Nessa etapa, também acontecerá um workshop sobre aspectos sociais, ambientais e tecnológicos dos biocombustíveis. Pesquisadores dos dois países serão responsáveis pelas palestras do evento realizado conjuntamente FCA/Unesp e Esalq/USP, nas cidades de Botucatu e Piracicaba.

Além dos participantes do programa, o evento será aberto a toda a comunidade acadêmica. “A China é um país que é olhado com atenção pelo mundo todo, não apenas com relação à questão econômica, mas também com relação à ciência e a tecnologia”, afirma o professor Lin “O programa será uma ótima oportunidade para que tenhamos conhecimento sobre o que acontece lá em termos de desenvolvimento humano, científico e tecnológico”.


Fonte: Unesp














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r