Boa tarde!
01/09
 


Notícias

Voltar
Terça-feira, 21 de setembro de 2010 - 16h15m

Eventos > Outros

PR: Coonagro e empresas se unem para fabricar ureia



Curitiba/PR

O cooperativismo avança rumo a um projeto que pretende garantir a autossuficiência paranaense na produção de ureia. A Coonagro (Cooperativa Nacional Agroindustrial) uniu-se a outras três empresas paranaenses, Macrofértil, Península e Unisoft S.A. para a formação do Consórcio Azoto Paraná (Conapar).

Durante solenidade realizada na tarde de ontem (20), na sede da Ocepar, em Curitiba, o grupo formalizou a parceria e anunciou a construção de uma fábrica de ureia com capacidade para produzir 300 mil toneladas/ano, num investimento de 300 milhões de dólares que irá gerar 300 empregos diretos. De acordo com o consórcio, o local onde será instalada a nova indústria ainda está em estudos, possivelmente num município da região dos Campos Gerais. A previsão inicial é de que a unidade comece a operar em 2013.

Passo importante
Segundo o presidente da Coonagro, Frans Borg, a construção da fábrica é um passo importante para a expansão da Cooperativa Nacional, que é uma central que congrega 18 cooperativas e mais de 50 mil produtores. "Somos consumidores de ureia, que é um insumo muito importante, e sabemos da dependência que o país tem do mercado internacional. Cabe a nós, cooperativas e produtores, estrategicamente, trabalhar e atuar para que o Brasil se aproxime da autossuficiência", disse.

O dirigente lembrou do apoio recebido durante a formação da Coonagro, em 2008, e agradeceu ao ex-ministro da Agricultura e deputado federal Reinhold Stephanes e também à Ocepar. Sobre a parceria com as três empresas do ramo de fertilizantes, Borg considerou a iniciativa um projeto inovador, "em busca da autossuficiência estadual e da redução do custo de produção".

Impacto
Estudos da Ocepar indicam que o impacto dos fertilizantes (ureia, fósforo e potássio) no custo de produção varia de 11,5% na soja e até 24% no milho. "Qualquer redução nos custos será muito positiva para os agricultores e para o Brasil. A dependência internacional em relação a nitrogenadas, que chega a 75% do total da demanda do país, justifica a realização desse consórcio.

A instalação de uma indústria pode nos dar segurança e garantir a autossuficiência do Paraná", afirmou o presidente do Sistema Ocepar, João Paulo Koslovski. O dirigente parabenizou a cooperativa e as empresas parceiras e desejou sucesso na concretização do projeto industrial. "Será uma indústria importante para o agronegócio e para a economia paranaense", concluiu Koslovski.

Presenças
Participaram da solenidade, em nome das empresas parceiras, Edézio Castelassi Filho - diretor de suprimentos Macrofértil, Dicesar Santiago de Souza -diretor da Península International, Eric de Oliveira Santos - diretor da Península International, e Alex Hammoud - presidente da Unisoft, além do diretor executivo da Coonagro, Daniel Dias. Também prestigiaram o evento, Reinhold Stephanes, ex-ministro da agricultura; Ágide Meneguette, presidente da Faep; José Moraes, presidente do BRDE; Daniel Amin Ferraz, diretor do Denacoop do Mapa; Francisco Simione, chefe do Deral da Seab; Arnaldo Bandeira, presidente da Emater PR; Cezar de Col, gerente de agronegócio da Superintendência do Banco do Brasil no Paraná; Torvaldo Antonio Marzolla Filho, presidente do Sindicato da Indústria de Adubos do Rio Grande do Sul; Eugênio Bohatch, diretor executivo da Apasem; Lafaiete Jacomel, superintendente da Conab Paraná; Inácio Kroetz, ex-diretor da Secretaria Nacional de Defesa Sanitária do Mapa; Ari Faria Bittencourt, vice-presidente da Fecomércio; Odone Fortes Martins, diretor da Associação Comercial do Paraná; o deputado federal Rodrigo Rocha Loures, que representou o senador Osmar Dias, o deputado federal Eduardo Sciarra, o deputado estadual Élio Rusch, o deputado estadual Stephanes Júnior e o ex-deputado federal Luciano Pizzatto.

Componente
A ureia é um dos componentes dos fertilizantes e é representada pela letra "N" (Nitrogênio) nas fórmulas NPK, muito utilizada na agricultura. Atualmente existe apenas uma fábrica no Estado, que produz menos de 600 mil toneladas do produto anualmente. A demanda de ureia no Paraná gira em torno de 800 a mil toneladas ao ano. O consórcio Conapar terá prazo de um ano para concluir os estudos sobre a viabilidade econômica do empreendimento e fazer as adequações necessárias.

O projeto é da empresa de engenharia chinesa Chengda, gigante na área de plantas químicas e plataformas de petróleo no mundo todo. A tecnologia é de outra empresa chinesa, a Sichuan, maior fabricante de ureia e de produtos agroquímicos na China. Os representantes dessas empresas estiveram no Paraná no ano passado, quando iniciaram as discussões relacionadas à implementação do projeto, que deverá ser desenvolvido em parceria com entidades governamentais.

Participantes do consórcio
Coonagro
Criado em setembro de 2008, o Coonagro surgiu como Consórcio Nacional Cooperativo Agropecuário. Em outubro de 2009, passou a atuar como Cooperativa Nacional Agroindustrial. São filiadas as cooperativas agropecuárias paranaenses Agrária, Agropar, Batavo, Bom Jesus, C.Vale, Capal, Castrolanda, Cocari, Codepa, Cofercatu, Coopagrícola, Coopermibra, Cooperval, Copacol, Copagra, Copagril, Lar, Nova Produtiva e Unicastro. (www.coonagro.coop.br)

Macrofértil
Iniciou sua atividade em 1982, tendo sua matriz instalada em Ponta Grossa, escolha feita por se tratar do principal entroncamento rodoferroviário do sul do País e, principalmente, por sua tradição agropecuária. A cidade já foi considerada a capital mundial da soja e é o berço do plantio direto. Com seis fábricas, atua nos estados do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e São Paulo. (www.macrofertil.com.br)

Península Fertilizantes
Iniciou sua atividade em janeiro de 1994, tendo sua matriz instalada em Curitiba-PR, contando com 5 unidades industriais nas cidades de Paranaguá-PR e Rondonópolis-MT, atuando nos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. (www.peninsulafertilizantes.com.br)

Unisoft
Empresa sediada em Curitiba, conta com acordos estratégicos com os principais produtores de fertilizantes da China para realizar projetos de produção de fertilizantes no Brasil. Com seus parceiros oferece vasta experiência e conhecimento de produção, administração e investimento. Representa no Brasil a Sichuan Chemical Indrustry Ltd. empresa detentora da tecnologia e a Chengda Engineering Corporation of China empresa de engenharia que construirá o empreendimento.


Fonte: Ocepar














© Copyright 2014, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r