Boa noite!
19/11
 

Notícias

Voltar
Sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017 - 14h33m

Eventos > Arroz

RS: "O Irga é uma entidade totalmente superavitária"



Imagens

Foto: Sara Kirchhof / Irga





Cachoeirinha/RS

A afirmação foi defendida pelo deputado federal Afonso Hamm (PP) na tradicional noite de homenagens da Abertura Oficial da Colheita, nesta quinta-feira (16). "Entram 100 milhões de reais através da taxa CDO (Cooperação e Defesa da Orizicultura) paga pelos produtores de arroz e somente 60 milhões são destinados ao Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), o que quer dizer que o Irga é uma entidade totalmente superavitária. Temos que defender e lutar por instituições como esta", declarou o deputado federal.

A premiação aconteceu em um dos auditórios da Estação Experimental do Arroz (EEA) em Cachoeirinha, que recebe o evento até o próximo sábado (18). Os nomes para as homenagens foram indicados pela Federarroz e escolhidos de acordo com a contribuição para a cadeia orizícola na safra que antecede a colheita. Nesta edição, 12 pessoas foram premiadas nos setores: produtivo, político, de mercado e de assistência técnica.

Opresidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Federarroz), Henrique Dornelles, ressaltou o trabalho do Irga pelos produtores e por toda cadeia produtiva. "Se não fosse o Irga, a lavoura de arroz estaria dizimada", afirmou. "Nós temos hoje uma outra Revolução Verde, que é a criação da 424, que está dando uma segurança para o suprimento de arroz do Brasil", completou Dornelles se referindo à cultivar Irga 424 RI/CL, desenvolvida pelo Instituto.

Três servidores do Irga receberam a distinção entregue em forma de uma pá simbolizando o trabalho e as contribuições ao campo arrozeiro. Um deles, foi Antonio Folgiarini de Rosso, um dos responsáveis pelo desenvolvimento da cultivar Irga 424 RI/CL. "Eu fiquei muito honrado, porque o grande objetivo do melhorista é desenvolver uma cultivar com as melhores características e que os produtores utilizem na lavoura", afirmou. O profissional é graduado e mestre em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) e doutor pelo Curso de Fitotecnia da Universidade Federal de Pelotas (Ufpell). Hoje, Rosso trabalha como pesquisador do Irga e possui experiência na área de agronomia, atuando fortemente no melhoramento vegetal, arroz irrigado, tolerância ao frio, arroz híbrido e estratégias de melhoramento, além de trabalhar no desenvolvimento de novas cultivares.

Outro premiado da noite foi o servidor Mauro Pereira Correia, técnico em Contabilidade e bacharel em Ciências Contábeis, atuando no Instituto há 36 anos, onde já desempenhou as funções de contador, assessor e chefe de gabinete. Pelo tempo de serviço e confiança, Correia é considerado uma referência dentro do Instituto. "São tantos anos trabalhando junto aos órgãos fiscalizadores e essa relação com a direção é muito presente, pois atuamos na defesa pelos interesses da instituição e na prevenção de eventuais falhas que possam ocorrer", explicou o servidor.

O  consultor do Fundo Latino-Americano de Arroz Irrigado (Flar) no Brasil, Luciano Carmona, também recebeu a congratulação. Carmona é graduado em Agronomia e mestre em Fitotecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e possui especialização em arroz irrigado pela Ufpel. Atuou como coordenador de projetos no Irga e, posteriormente, se tornou pesquisador do Flar, liderando projetos de agronomia e transferência de tecnologia para irrigação, juntamente aos sócios do Flar no México, Guatemala, Honduras, República Dominicana, Nicarágua, Costa Rica, Panamá, Venezuela, Guiana, Equador, Chile, Argentina e Brasil. Nas duas últimas safras, esteve à frente da coordenação do Projeto 10+ em todas as regiões arrozeiras do Estado.

Carmona fez um agradecimento especial à diretoria do Irga e ressaltou a importância da parceria técnica entre o Instituto e o Flar. "Durante a história do arroz irrigado aqui no RS, essa cooperação internacional foi muito importante. Nós temos um compromisso com a lavoura, somos a linha de frente do Irga na lavoura e trabalhamos incansavelmente para melhorar a competitividade do setor arrozeiro do Rio Grande do Sul", enfatizou.

A surpresa da noite foi o prêmio Amigo Arrozeiro entregue ao presidente do Irga, Guinter Frantz, que não estava previsto na lista dos homenageados. O presidente atua há mais de 30 anos no mercado, onde sempre ocupou cargos de liderança. Por mais de 20 anos, foi diretor de Granja 4 Irmãos S/A, empresa de destaque na Região Sul do RS, com vários projetos implantados. Com formação superior em Engenharia Agronômica e especialização em Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas, Qualidade Total em Agricultura Empresarial pela Universidade Federal de Lavras (Ufla), é também máster em programação de neurolinguística. Frantz está à frente da presidência do Irga desde janeiro de 2015. "Eu realmente não estava esperando por esta homenagem hoje. O trabalho que estamos fazendo no Irga tem sido realizado com muita dificuldade. Sabemos dos problemas do Estado e dos problemas no repasse do dinheiro. Também temos dificuldade em manter os nossos técnicos, estamos tendo uma evasão muito grande, então, nós estamos em um ambiente bastante desconfortável, mas, como dizem os gaúchos &39;a peleia continua&39; e nós não vamos &39;jogar a toalha&39; tão cedo", desabafou.

Longe das lavouras, mas perto do prato dos brasileiros, o nutricionista Gabriel de Carvalho, que é referência na área foi o último homenageado da noite. Ele foi o responsável por introduzir a nutrição funcional no Brasil na década de 90 e é um dos defensores do consumo do arroz, levando conhecimento para profissionais da área da saúde e a população de um modo geral. Por esta razão, o nutricionista recebeu o reconhecimento. "Fico feliz de ter o meu nome lembrado porque é um trabalho que, às vezes, as pessoas não enxergam, mas toda cadeia do arroz depende no final do consumo, é tudo direcionado a isso e nós estamos orientando o consumidor nas opções", enfatizou.

Confira a lista completa dos homenageados:

Lavoura Nota 10: Luciano de Campos Carmona

Lavoura Pioneira: Antônio Folgiarini de Rosso

Mercado Externo: Blairo Maggi

Mercado Interno: Elton Doeler

Competitividade: Giovani Feltes

Sustentabilidade: Cristiano Prass

Imprensa: Silmar César Muller

Técnico Estadual: Mauro Pereira Correia

Técnico Federal: Sávio Rafael Pereira

Inovação: Clenio Nailton Pillon

Inovação: Antonio da Luz

Amigo Arrozeiro: Guinter Frantz

Homenagem Especial: Gabriel Piccinini de Carvalho


Fonte: Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga)














© Copyright 2017, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r