Bom dia!
21/10
 

Notícias

Voltar
Quinta-feira, 20 de abril de 2017 - 16h03m

Agronegócio > Milho

RS: preços do milho ficam de estáveis a mais altos no Brasil, diz Agência Safras



Porto Alegre/RS

O mercado brasileiro de milho apresentou preços de estáveis a mais altos nesta semana. Na região Sul e em São Paulo o mercado teve avanços nas cotações, enquanto nas outras regiões houve ainda pressão de entrada da safra, com evolução da colheita. A boa notícia da semana foi o anúncio da liberação por parte do governo de mecanismos de comercialização, como destaca o analista de Safras & Mercado, Paulo Molinari.

Molinari observa que o mercado vive ainda o final da colheita e aguarda informações sobre a safrinha. O câmbio e a Bolsa de Chicago contém reações mais agressivas nos preços no mercado interno, comenta. Para o analista, o mercado deve manter esse ritmo até a entrada da safrinha, dependendo da influência do dólar e da bolsa.

No balanço semanal, em Campinas (CIF) as cotações subiram de R$ 27,50 para R$ 29,00 a saca. Na região mogiana paulista, a indicação avançou de R$ 26,50 para R$ 28,00 a saca. Em Cascavel, no Paraná, o preço do milho em passou de R$ 25,00 para R$ 25,50. Já em Erechim, no Rio Grande do Sul, a cotação subiu de R$ 26,50 para R$ 27,00 a saca.

Leilões
Para sinalizar garantia de preço aos produtores de milho, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizará uma série de leilões de Contrato de Opção de Venda do produto. Poderão ser adquiridas até 1 milhão de toneladas do grão produzido em Mato Grosso. A iniciativa foi autorizada pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (Ciep) e publicada nesta quarta-feira (19) no Diário Oficial da União (DOU), pela Portaria Interministerial n 799. As informações partem da Conab.

O Contrato de Opção de Venda (COV) é uma modalidade de seguro de preços que dá ao produtor rural e/ou sua cooperativa o direito (e não a obrigação) de vender seu produto para o governo, em uma data futura, a um preço previamente fixado, protegendo-o, com isso, contra os riscos de queda nos preços no mercado. A Portaria 799 estabelece o preço de venda de R$ 17,87 a saca de 60 kg para o milho das safras 2016/17 e 2017. Os produtores terão até o dia 15 de setembro deste ano para exercer o direito de venda do produto à Conab. O primeiro leilão deve ocorrer nas próximas semanas.

Além do Contrato de Opção, o Ciep também autorizou, a aplicação de até R$ 500 milhões em instrumentos de apoio à comercialização do milho, como o Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural e/ou sua Cooperativa (Pepro) e o Prêmio para Escoamento de Produto (PEP). A medida está publicada na Portaria Interministerial n 800 do DOU desta quarta.


Fonte: Agência Safras














© Copyright 2017, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r