Boa tarde!
20/10
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 11 de outubro de 2017 - 14h55m

Eventos > Dia de Campo

DF: produção de húmus com uso de gongolo é tema do Dia de Campo na TV



Imagens

Foto: Ana Lúcia Ferreira



Brasília/DF

Dia de Campo na TV apresenta uma tecnologia que usa o gongolo para a produção de húmus. Os gongolos, também conhecidos como piolho de cobra, Maria-café ou embuá, vivem escondidos embaixo de folhas, de pedras ou de troncos de árvores, e algumas vezes são confundidos com pragas. Mas pesquisadores da Embrapa Agrobiologia descobriram que esses pequenos animais que fazem parte da fauna do solo são exímios trituradores de resíduos e produzem substratos orgânicos de excelente qualidade.

Testado na produção de mudas de hortaliças, o gongocomposto, como está sendo chamado o produto- não perde em nada para os melhores substratos comerciais.A pesquisadora Maria Elizabeth Correia explica que produzir o gongocomposto não demanda muita mão-de-obra, e pode ser uma boa alternativa para o produtor aproveitar resíduos orgânicos existentes na propriedade e ainda reduzir seus custos com o uso do substrato obtido. “Criamos um procedimento mínimo em que sabemos que podemos colocar até papelão que o animal processa”, comenta. Resíduos comuns na propriedade agrícola, como bagaço de cana, sabugo de milho e aparas de grama também podem ser utilizados, basta adicionar sempre um material rico em nitrogênio, como por exemplo, uma leguminosa.

Uma particularidade do processo é que a ação dos gongolos reduz o volume de materiais em 70 por cento. Se o produtor colocar 10 litros de resíduos, no final terá 3 litros de composto. O processo pode levar de três a seis meses, sem a exigência de revirar o material. “O que fazemos é juntar os resíduos secos e o gongolo, e colocar em uma área confinada para que ele não saia dali e processe tudo. Uma vez por semana é preciso checar a umidade e, se estiver muito seco, é necessário molhar o composto”, explica a pesquisadora.

O programa vai mostrar como construir uma composteira para que os gongolos possam produzir o húmus, os tipos de resíduos que podem ser usados para o processo, a montagem dos materiais e contar experiencias de produtores que estão utilizando este gongocomposto.

O Dia de Campo na TV "Produção de húmus com uso de gongolo" foi produzido pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília-DF) em parceria com a Embrapa Agrobiologia (Seropédica-RJ), unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Além do tema principal o programa aborda outros assuntos nos quadros – Agência Embrapa de Notícias, Sempre em Dia; Repórter em Campo; Na Mesa; Quem quer ser cientista; Minuto do Livro e Ciência e Tecnologia em Debate.


SERVIÇO

Assista ao programa (horário de Brasília):
Canal Rural (Net/Sky) – sexta-feira, às 11h
NBR (TV do Governo Federal) – sexta-feira, a partir de 19h30
TV Câmara – sábado, às 7h, e reprise domingo no mesmo horário


Fonte: Embrapa Agrobiologia














© Copyright 2017, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r