Boa tarde!
21/07
 

Notícias

Voltar
Quarta-feira, 11 de julho de 2018 - 18h16m

Eventos > Bovinos

SP: Montana passa a integrar programa de produção de carnes premium da JBS, diz Gabriela Giacomini



São José do Rio Preto/SP

Cada vez mais exigentes em termos de qualidade dos alimentos à mesa, os consumidores vêm buscando quesitos que envolvem o conceito de carne de padrão superior: maciez, sabor e suculência. Pela composição de seus animais e pelo forte trabalho de melhoramento genético em características de carcaça, o Programa Montana está habilitado para atender os mercados mais exigentes de carne premium e passa a atender à norma 1953, da JBS.

“Nós já participamos de programas de qualidade de carne, por isso conhecemos o potencial produtivo dos animais Montana e os resultados em termos de qualidade de carne e aceitação pelo mercado são excelentes. A oportunidade de integrar ao protocolo 1953, do JBS, veio ao encontro do nosso desejo de reforçar sua presença nesse mercado. Esperamos maior visibilidade para o Montana e maior valor agregado às carcaças dos clientes usuários da nossa genética”, informa Gabriela Giacomini, gerente de operações do Programa Montana.

O Programa Montana se enquadra com folga nas exigências da norma 1953, fornecendo animais com mais de 50% de composição taurina e cobertura de gordura entre três e seis milímetros. As novilhas podem ter até quatro dentes incisivos (2,5 a 3 anos de idade) e os machos castrados até dois dentes incisivos (cerca de dois anos de idade). Um dos objetivos centrais da norma é comercializar 100% da carcaça com valor agregado.

“A norma 1953 é benéfica para os pecuaristas. Afinal, estamos estimulando a produção de qualidade alinhada à produtividade nas fazendas. O cruzamento com raças compostas estabiliza e permite a exploração da heterose em gerações futuras – fenômeno genético que ocorre quando animais geneticamente distantes se cruzam – o que viabiliza o aumento da oferta com qualificação garantida. O Montana, há anos, vem mostrando que faz esse processo muito bem”, explica Fábio Dias, diretor de relacionamento da indústria com o pecuarista da JBS.

O programa inclui premiações das carcaças bovinas que atingem determinada pontuação, para a qual pesam as mensurações de maturidade, peso e acabamento de gordura. A bonificação aos produtores varia de acordo com a classificação dos animais, podendo chegar a R$ 13,00 por arroba.


Fonte: Programa Montana














© Copyright 2018, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r