Bom dia!
25/03
 

Notícias

Voltar
Sexta-feira, 15 de março de 2019 - 17h02m

Eventos > Segurança

SC: Polícia Militar Ambiental promove operação Campo Seguro



Imagens

Policiais de Lages, Curitibanos, Joaçaba, Concórdia e Chapecó participaram da operação

Foto: Divulgação / PMA



Iniciativa do 2º Batalhão da PMA conta com apoio da Faesc


Lages e Água Doce/SC

Com o objetivo de aumentar a sensação de segurança das comunidades do meio rural nos municípios de Lages e Água Doce, o 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental de Lages promoveu nessa semana a operação "Campo Seguro". Participam guarnições com cerca de 30 policiais de Lages, Curitibanos, Joaçaba, Concórdia e Chapecó. A ação vem ao encontro dos pleitos da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) em garantir a segurança nas propriedades rurais catarinenses.

O foco da operação foi a interação com o homem do campo por meio de entrega de folders de orientação, visitas preventivas, bem como abordagens e barreiras buscando inibir os crimes de abigeato, furto em residências rurais, porte ilegal de armas, caça, contrabando, descaminho, furto de gado e outros crimes.

De acordo o comandante do Comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, sediado em Chapecó, Tenente Coronel PM Adair Alexandre Pimentel, a operação faz parte do planejamento da Polícia Militar de Santa Catarina e será realizada constantemente. "O objetivo é estreitar os laços com a população rural, visando o levantamento de informações e implementação de ações que propiciem maior segurança ao homem do campo", esclarece.

Ao todo foram mais de 50 pessoas abordadas e mais de R$ 160.000,00 em produtos apreendidos. Em uma das abordagens duas pessoas foram conduzidas a Delegacia de Polícia de Joaçaba pelo crime de descaminho. "Continuaremos efetuando operações como essa a fim de inibir a ação de criminosos nas áreas rurais", informou Pimentel.

A segurança no campo é uma das bandeiras de luta da Faesc. "Nosso foco é garantir segurança e tranquilidade às famílias rurais através de iniciativas desenvolvidas de forma conjunta na prevenção e combate à criminalidade no campo. E importante que estejamos alinhados com a Polícia e demais órgãos de segurança do Estado, para que, juntos, possamos contribuir com a segurança nas propriedades rurais", destacou o presidente da Federação, José Zeferino Pedrozo.

As ações em favor da segurança no meio rural são pautas de constantes reivindicações da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) junto ao Ministério Extraordinário Da Segurança Pública e disseminadas nos Estados brasileiros por meio das Federações em parceria com a Polícia Militar Ambiental. "A CNA criou, por meio do Instituto CNA, em 2017, o Observatório da Criminalidade no Campo, que oferece aos produtores e trabalhadores rurais um espaço para relatos de ocorrências de crime ou ato criminoso em suas propriedades. A intenção é identificarmos as principais ocorrências e, assim, atuar para reduzir essas incidências".



 


Fonte: Sistema Faesc/Senar/SC














© Copyright 2019, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r