Boa tarde!
19/04
 

Notícias

Voltar
Quinta-feira, 12 de junho de 2008 - 14h51m

Eventos > Outros

Uruguai: ovinocultores visitam famosa criação de ovinos da raça Merino Australiano



Montevidéu/Uruguai

Numa iniciativa coordenada pela Associação Bageense de Criadores de Ovinos - ABACO, e com o apoio da empresa Paramount Têxteis, um grupo de produtores e técnicos ligados à ovinocultura da região esteve em visita ao Uruguai, durante os dias 5 e 6 de junho.

O objetivo da visita foi conhecer a mais famosa criação de ovinos da raça Merino Australiano de lã fina e super fina, situada no Departamento de Salto, no norte uruguaio, a cabanha "LOS ARRAYANES". Esta propriedade atualmente possui o lugar mais destacado no ranking da raça Merina na América do Sul devido a grande finura da lã produzida em seus plantéis que gira em torno de l6 á l7 micras, quando o padrão da micronagem da lã Merina é de 20 á 23 micras.

Segundo seus proprietários, Alfredo e Álvaro Fros Jubett, o objetivo do projeto da lã Merina super fina e ultrafina é de fixar um parâmetro de competitividade no mercado laneiro mundial, cujos valores estão bem acima do preço normal da lã produzida por outras raças ovinas. Na palestra de apresentação os criadores e técnicos, além de seis estudantes dos cursos de Medicina Veterinária e Agronomia da URCAMP, ficaram impressionados com os valores da lã exportada em fardos, produzida nessa propriedade. A média, de acordo com a micronagem do lote, variava de US$ 8 a 32 dólares o quilo.

Os proprietários, que vivem exclusivamente das receitas do estabelecimento, explicaram que o valor agregado pela produção ovina é composto pela venda de reprodutores machos e fêmeas com genética superior, além da comercialização de sêmen e embriões.

Além disso, a cabanha presta serviços de inseminação nos ventres enviados por outros proprietários interessados em obter produtos com genética de lã super fina oferecida por Los Arrayanes. A propriedade que possui l003 há, são criados 2000 ovinos Merino e 500 bovinos Aberdeen Angus vermelho de criação tipo ciclo completo.

No segundo dia da visita, o grupo retornou á cidade de Taquarembó para uma visita á Unidade do INSTITUTO NACIONAL DE INVESTIGACIONES AGROPECUARIAS - INIA que é o órgão oficial de pesquisa no setor agropecuário do Uruguai e que mantém uma ativa e eficiente linha de projetos e ensaios de campo á nível de produtor, particularmente os ovinocultores.

Nesta unidade experimental os participantes foram apresentados a três palestras técnicas de alto nível e de real aproveitamento para todos, cujo tema foi manejo nutricional para o rebanho de cria; obtenção do cordeiro pesado, que é um programa oficial do governo uruguaio para abastecimento do mercado externo e sistemas de apresentação da carne ovina no mercado da União Européia.

Durante as palestras os pesquisadores uruguaios esclareceram alguns questionamentos formulados pelos visitantes e, de forma simples, porém muito objetiva responderam á todas as perguntas dos diversos associados da ABACO, técnicos e acadêmicos presentes.

Além da ABACO, representada pelo presidente Geraldo Brossard Corrêa de Mello, a empresa PARAMOUNT TÊXTEIS foi representada pelos diretores Cláudio Bortolini e José Antônio Dias. Como convidados, estiveram presentes: COOPERATIVA DE LÃS TEJUPÁ, de São Gabriel (Carlos Kleber Leal); ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES DE MERINO AUSTRALIANO (Leonardo de Leon) ARCO (José Galdino Dias) URCAMP, representada pelo docente da cadeira de Ovinotecnia, prof. José Flávio Madeira e alunos do curso de Veterinária e Agronomia, além dos criadores dos municípios de Bagé, Hulha Negra, Dom Pedrito, Livramento e São Gabriel.


Fonte: Assessoria de Imprensa














© Copyright 2014, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r