Boa noite!
26/11
 


Notícias

Voltar
Sábado, 12 de julho de 2008 - 16h11m

Eventos > Exposição

BH sedia Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador



Imagens

Foto: Divulgação / ABCCMM


Magdi Shaat, presidente da Associação Brasileira de Criadores de Mangalarga Marchador

Foto: Rick Ferraz



Belo Horizonte/MG

Entre os dias 17 e 26 de julho o Parque da Gameleira, em Belo Horizonte, será palco de um dos maiores eventos da eqüinocultura da América Latina, a 27º Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Mangalarga Marchador, ABCCMM.

A tradicional exposição teve número recorde de inscrições, contará com a participação de 500 expositores oriundos de todo o Brasil e cerca de 1.300 animais participantes de julgamentos em pista, provas funcionais, leilões e shopping de animais.

Para a edição deste ano, a recém empossada diretoria, que tem como presidente o criador Magdi Shaat, trouxe novidades para o evento. Um painel eletrônico mostrará em tempo real os resultados dos campeonatos dando maior transparência aos julgamentos. Pela primeira vez, o podium da exposição premiará três animais disputando os três primeiros lugares: campeão, reservado campeão e 1º prêmio. Além disso, buscando divulgar a funcionalidade da raça, um “test drive de animais” estará disponível para que o público interessado possa montar e conhecer a raça.

Outra novidade do evento será a Alameda dos Núcleos, um espaço de confraternização de 400 metros quadrados que reunirá cerca de 49 Núcleos de Mangalarga Marchador de todo o Brasil. A ABCCMM inovou também democratizando a exposição com a promoção de concorrências entre criadores, núcleos e empresas realizadoras de eventos interessados em disputar os leilões, shopping de animais e cobertura fotográfica.

De acordo com o presidente da ABCCMM, Magdi Shaat, a expectativa é que de cerca de 220 mil pessoas passem pelo Parque da Gameleira nos dez dias de exposição. “A diretoria está muito entusiasmada com o sucesso de inscrições e esperamos levar um número expressivo de pessoas ao Parque e para isso trouxemos novidades e atrações para o público em geral, como o “ test drive” e a festa de rodeio que acontecerá nos finais de semana”, comentou.


PROGRAMAÇÃO

Abertura: 19 de julho – 16h
Shopping de animais- 17 a 26 de julho
Leilão de Cavalos de Sela - 20 de julho
Leilão de animais/ embriões - 24 de julho
Leilão de animais/ embriões - 25 de julho

Os julgamentos em pista e provas funcionais acontecem entre os dias 17 e 26 de julho durante todo o dia.


O SETOR

Hoje, o Brasil detém o quarto maior rebanho eqüino do mundo, com 5,9 milhões de animais. Por ano, o setor movimenta R$ 7,3 bilhões e contribui com 3,2 milhões de empregos diretos e indiretos. O plantel de Minas Gerais conta hoje com cerca de 365 mil animais.


ABCCMM

A Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador foi fundada por criadores em 16 de julho de 1949, em Belo Horizonte-MG. Ostenta o título de maior entidade de criadores de eqüinos de uma mesma raça da América Latina. Com cerca de 8 mil associados, a entidade promove 200 exposições especializadas, 100 copas de marcha e 70 leilões por ano.


HISTÓRIA DA RAÇA

A raça Mangalarga Marchador é tipicamente brasileira e surgiu há cerca de 200 anos na Comarca do Rio das Mortes, no Sul de Minas, através do cruzamento de cavalos da raça Alter – trazidos da Coudelaria de Alter do Chão, em Portugal – com outros cavalos selecionados pelos criadores daquela região mineira.

A base de formação dos cavalos Alter é a raça espanhola Andaluza, cuja origem étnica vem de cavalos nativos da Península Ibérica, germânicos e berberes. Os cruzamentos dessas raças deram origem a animais de porte elegante, beleza plástica, temperamento dócil e próprios para a montaria.

Os primeiros exemplares da raça Alter chegaram ao Brasil em 1808, com D. João VI, que se transferiu para a Colônia com a família real. Os cavalos dessa raça eram muito valorizados em Portugal e a família real investia em coudelarias (haras) para o aprimoramento da raça. A Coudelaria de Alter foi criada em 1748 por D. João V e viveu momentos de glória durante o século XVIII, formando animais bastante procurados por príncipes e nobres europeus para as atividades de lazer e serviço.

Minas Gerais já se destacava como centro criador de eqüinos desde o século XVIII e a chegada dos cavalos da raça Alter veio aprimorar ainda mais seus criatórios. A Comarca do Rio das Mortes tinha um potencial de ouro muito baixo, mas chamou a atenção dos colonizadores por causa das suas boas condições para a criação dos animais. Havia água em abundância e a vegetação era constituída de matas, capões e ervas pardacentas, adequadas para a produção de forragem.

O Mangalarga Marchador teve como berço a fazenda Campo Alegre, no Sul de Minas. Ela pertencia a Gabriel Francisco Junqueira, o Barão de Alfenas, a quem é atribuída a responsabilidade pela formação da raça. A fazenda era uma herança de seu pai João Francisco Junqueira. Outro fazendeiro importante na história do Mangalarga Marchador foi José Frausino Junqueira, sobrinho de Gabriel Junqueira. Exímio caçador de veados, José Frausino aprendeu a valorizar os cavalos marchadores por serem resistentes e ágeis para transportá-lo em suas longas jornadas.

Há várias versões para o nome Mangalarga Marchador, mas a mais consistente está relacionada à fazenda Mangalarga, localizada em Pati do Alferes, no Rio de Janeiro. O nome da fazenda era o mesmo de uma serra que existia na região. Seu proprietário era um rico fazendeiro que, impressionado com os cavalos da família Junqueira, adquiriu alguns exemplares para os passeios elegantes realizados no Rio de Janeiro. Quando alguém se interessava pelos animais, ele indicava as fazendas do Sul de Minas. As pessoas procuravam os fazendeiros perguntando pelos cavalos da fazenda Mangalarga e esta referência se transformou em nome. Já o nome Marchador foi acrescentado pelo fato de alguns daqueles cavalos terem a função de marchar em vez de trotar.


Fonte: ABC Comunicação














© Copyright 2014, Via Informação - Todos os direitos reservados
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial sem a citação da fonte.
Site desenvolvido por Grandes Idéias

Skype: paginarural

E-mail: paginarural@paginarural.com.br

h t t p : / / w w w . p a g i n a r u r a l . c o m . b r